28 setembro 2013

DUPLICIDADE





Boa noite galera,


Quem compareceu a última aula pode conferir ao filme "Duplicidade" (2009), que reúne as estrelas do cinema Julia Roberts e Clive Owne para contar a agitada relação íntima e profissional de dois espiões que vão participar de uma intrincada disputa entre duas empresas rivais. A funcionária da CIA Claire Stenwick (Roberts) e o agente do MI6 Ray koval (Owen) deixam para trás o departamento de inteligência do governo para participarem de um esquema altamente lucrativo que envolve duas multinacionais concorrentes. A missão deles é proteger a fórmula de um produto que trará muito dinheiro para a primeira empresa que patenteá-lo. Os comandantes dessas duas multinacionais são os executivos Howard Tully, e Dick Garsik. Rivais, eles contratam os espiões - que passam a trabalhar para lados opostos-, dando início a um verdadeiro jogo de interesses.


A partir do filme, aliado a criatividade de vocês e conhecimentos adquiridos nas aulas sobre autenticidade e veracidade, temos como desafio a seguinte atividade:

DIVISÃO DA ATIVIDADE

1 ª PARTE
Prazo : 02/10/2013 até 00:00

  • Criar os documentos
Cada grupo irá criar uma postagem nos respectivos blogs, onde irá exibir seus 2 documentos (o "verdadeiro" e o "falso"); poderá usar uma cena do filme ou imagem para ilustra-lo, sem esquecer da descrição. 


2ª PARTE
Prazo : 03/10/2013 até 04/10/2013
  •  Análise dos documentos de algum grupo

Cada grupo irá analisar a postagem de outro grupo, deixando como comentário, qual é (e porque) o documento verdadeiro e o falso (citando quais características trazem as evidências); 
Fazer a análise diplomática do documento que julgar verdadeiro, analisando os seguintes caracteres: Suporte, forma, formato, gênero, espécie e tipo. (Ver quadro do texto Como fazer 2 disponível em:http://www.arqsp.org.br/arquivos/oficinas_colecao_como_fazer/cf2.pdf)



ATIVIDADE EM GRUPO OBRIGATÓRIA
Prazo: 04/10/2013 até às 18:59


Até mais
=)
_________________
Isabella Ribeiro

25 comentários:

  1. O grupo Jogos Documentados já criou seu documento verdadeiro e o falso. Confiram no link: http://jogosdocumentados.blogspot.com.br/2013/10/atividade-duplicity.html

    ResponderExcluir
  2. O Grupo Sigilo Exposto criou o seguinte documeto: Passaporte verdadeiro ou falso?

    http://sigiloexposto.blogspot.com.br/2013/10/duplicity-duplicitade-passaporte.html

    ResponderExcluir
  3. O grupo Movimente-se Brasil! criou os seus documentos ( verdadeiro e falso) referente à atividade em questão. Link da postagem: http://movimente-sebrasil.blogspot.com.br/2013/10/atividade-da-semana-duplicity.html

    ResponderExcluir
  4. O grupo "Arquivo, Diplomática e Cinema" responde à atividade "Duplicidade - Primeira Parte", criando dois documentos: um atestado médico verdadeiro e outro, falso. Disponível no link: http://arquivocinemaediplomatica.blogspot.com.br/2013/10/atividade-duplicidade-primeira-parte.html

    ResponderExcluir
  5. 1ª parte - Documentos do grupo ARQUIVO VIVO.
    http://arquivovivounb.blogspot.com.br/2013/10/atividade-duplicidade.html

    ResponderExcluir
  6. 1ª Parte da atividade - Grupo Diplomáticas Já!:

    http://diplomaticasja.blogspot.com.br/2013/10/atividade-duplicidade.html

    ResponderExcluir
  7. 1ª parte da atividade- Duplicidade- do grupo CSI Arquivo

    http://csiarquivo.blogspot.com.br/2013/10/atividade-duplicidade.html

    ResponderExcluir
  8. 1ª parte da atividade Duplicidade - Grupo: Arquivo Protéico

    http://arquivoproteico.blogspot.com.br/2013/09/duplicity-1-parte.html

    ResponderExcluir
  9. 1ª parte da atividade duplicidade - Grupo Arquivos Jurássicos.

    http://arquivosjurassicos.blogspot.com.br/2013/10/duplicity-1-parte.html

    ResponderExcluir
  10. 1ª parte: Arquivo Libertário
    http://arquivolibertario.blogspot.com.br/2013/10/duplicidade.html

    ResponderExcluir
  11. 1ª PARTE FEITA PELO GRUPO DOCE ARQUIVO:
    http://docearquivodoce.blogspot.com/2013/10/atividade-duplicidade.html

    ResponderExcluir
  12. O Grupo Sigilo Exposto irá responder a Atividade Duplicity, PARTE 2 do Grupo Jogos Documentados:

    O documento 1 é falso pois falta o brasão ao fundo como marca d'agua e
    falta a assinatura do chefe departamento de cosméticos.

    Definição técnica:

    Suporte: Material sobre o qual as informações são registradas. - papel
    Forma : Estágio de preparação e de transmissão de documentos - original
    Formato: Configuração física de um suporte, de acordo com a natureza e o modo como foi confeccionado - folha
    Gênero : Configuração que assume um documento de acordo com o sistema de signos utilizado na comunicação de seu conteúdo - documentação textual
    Espécie : Configuração que assume um documento de acordo com a disposição e a natureza das informações nele contidas. - certificado
    Tipo: Configuração que assume uma espécie documental, de acordo com a atividade que a gerou - Certificado de registro

    CONCLUSÃO

    A partir dos dados notou-se que no suporte faltava itens como a marca d'água e assinatura.

    O que é Marca d'agua:
    A técnica apareceu pela primeira vez em um papel produzido na cidade italiana de Fabriano, em 1282, com a marca de uma cruz grega e era usada para identificar o produtor. Posteriormente se notou que davam maior segurança contra falsificações.

    O que é Assinatura:

    Nome de uma pessoa ou a sua representação, feito de próprio punho sobre um documento para o
    indicar sua autoria ou avalizar seu conteúdo.

    ResponderExcluir
  13. 2ª parte: O grupo Jogos Documentados analisaram os documentos do grupo Movimente-se Brasil! Chegamos a seguinte conclusão:
    ANÁLISE DIPLOMÁTICA DO DIPLOMA VERDADEIRO:
    - SUPORTE: Papel
    - FORMA: Original
    - FORMATO: Folha
    - GÊNERO: Textual
    - ESPÉCIE: Diploma
    - TIPO: Diploma de Graduação em Arquivologia

    O documento VERDADEIRO é o segundo diploma apresentado no blog Movimente-se Brasil, pois apresenta:

    - Carimbo com o logotipo da UnB do lado esquerdo inferior do documento, ao lado da assinatura do reitor;
    - Foi emitido 4 dias após a conclusão do curso;
    - No verso do diploma há um carimbo do MEC, atestando que o diploma foi registrado em 22 de março de 2011, mesma data que o diploma foi outorgado;
    - O diploma recebe uma numeração de segurança no verso, bem como o nome do curso, a data de recebimento do diploma, além do nome do graduado e numeração de segurança;
    - No verso também há o nome do reitor em exercício no ano em que ocorreu a entrega do diploma;
    - Há o carimbo da República Federativa do Brasil, no canto inferior direito na parte frontal do documento, confirmando que se trata de um diploma outorgado em território nacional;

    O documento FALSO é o primeiro diploma apresentado no blog, pois:

    - A data de registro do diploma pelo MEC, difere da data de outorga do documento que só foi feita 3 anos e 4 dias após o registro;
    - Não há carimbo com o logotipo da Universidade no canto inferior esquerdo, ao lado da assinatura do reitor;
    - A data do documento está evidenciada novamente no canto superior esquerdo, no verso do documento, o que não implica em nenhuma comprovação de veracidade, visto que o documento já possui sua data de outorga em destaque na frente do documento;
    - Não há o nome do reitor em exercício no verso do diploma;
    - Na apostila de segurança, (que deve conter o nome do curso, a data de recebimento do diploma, além do nome do graduado e numeração de segurança) o documento falso não possui o nome do curso na qual o aluno atingiu o título de graduação;
    - A frente do documento, não possui nenhum carimbo da República Federativa do Brasil, confirmando que é um diploma nacional

    ResponderExcluir
  14. O blog "Movimente-se Brasil", realizou a 2ª parte da atividade em questão, analisando os documentos do grupo “Arquivo Vivo”.

    O grupo já especificou em sua publicação quais documentos são verdadeiros e quais são os falsos.

    - Análise do documento verdadeiro 1: o documento em questão é verdadeiro, pois possui elementos que conferem a autenticidade e confiabilidade do mesmo: papel timbrado com o brasão do Governo Federal, código de barras e número do documento, nome e logomarca do banco, identificação do destinatário, como o endereço, dentre outros.

    - Análise do documento falso 2: o documento falso, carece de determinadas especificações que conferem a sua autenticidade e veracidade.
    Além disso, apresenta determinados elementos que não condizem com a realidade e com a estrutura de um boleto ou guia de recolhimento e faltam determinados elementos como: o timbre da instituição/órgão competente para emitir tais documentos, apresenta, dados que não são verídicos e que causam dúvidas, falta logomarca do banco e contêm informações falsas como atribuições que não são de competência do INPI.

    ANÁLISE DIPLOMÁTICA:

    1. ESPECIFICAÇÃO DO DOCUMENTO:

    ESPÉCIE: Guia e/ou Boleto;

    TIPO: Guia de Recolhimento da União ou Boleto de pagamento de títulos;

    2. CARACTERÍSTICAS EXTERNAS:

    SUPORTE: Papel;

    FORMA: Original;

    GÊNERO: Textual e iconográfico;

    FORMATO: Folha avulsa de tamanho A4;

    ResponderExcluir
  15. O Grupo Arquivo Proteico realizou a 2ª parte da atividade, analisando os documentos do grupo "Arquivos Jurássicos".

    http://arquivosjurassicos.blogspot.com.br/2013/10/duplicity-1-parte.html?showComment=1380888540661#c6695251426728973431

    Analisando as cédulas propostas pelo grupo, a segunda cédula com certeza é falsa, pois, a imagem que significa república e liberdade tem o rosto do Ronaldinho Gaúcho, apesar de seguir a forma, a espécie, o tipo e o gênero da original. Isso tudo considerando o papel moeda emitido pela casa da moeda, por que, se for em outra situação a cédula pode sim ser verdadeira, por exemplo, um jogo de Banco Imobiliário do Ronaldinho.
    Na supostamente verdadeira.
    Suporte: Papel Moeda
    Forma: Original
    Formato: Segue o padrão determinado pelo Banco Central
    Gênero: Documento textual (leitura/tato), Visual, Holográfica e Iconográfica.
    Espécie: Cédula
    Tipo: Cédula de cem reais (Segunda Família)
    Vale lembrar que a suposta nota verdadeira, pode ser falsa já que pela analise da imagem não é possível observar algumas características como:
    Marca-d'Água: coloque a cédula contra a luz, olhando pela frente da nota (lado que contém a efígie), e observe na área clara à as figuras que representam os animais, em tons que variam do claro ao escuro.
    Número Escondido: Com a frente da nota na altura dos olhos, na posição horizontal, em um local com bastante luz, você vê aparecer o número indicativo do valor dentro do retângulo no lado direito da nota.
    Faixa Holográfica: Ao movimentar a nota, você vê, na nota de R$100 da Segunda Família, o número 100 e a palavra REAIS se alternam, a figura da garoupa fica colorida, e no coral aparecem diversas cores em movimento.
    Alto-Relevo: Pelo tato, você sente o relevo em algumas áreas da nota da Segunda Família. Na frente: Nas legendas “REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL”; No numeral do canto inferior esquerdo; No numeral do canto superior direito (somente nas notas de 50 e 100 reais); Nas extremidades laterais da nota.
    No verso (somente nas notas de 20, 50 e 100 reais):
    Na legenda “BANCO CENTRAL DO BRASIL”; Na figura do animal; No numeral.

    Referências Bibliográficas
    Banco Central do Brasil. Disponível em: http://www.bcb.gov.br/htms/mecir/seguranca/roteiro.asp?idpai=cedsusp#Registro_Coincidente. Acesso em: 3 out. de 2013.

    ResponderExcluir
  16. 2ª parte da atividade proposta. Grupo Arquivo, Cinema e Diplomática analisou os documentos apresentados pelo grupo Doce Arquivo.
    O grupo já especificou qual o documento é o verdadeiro e o falso, cabendo ao grupo a análise diplomática dos documentos.
    Análise diplomática do documento verdadeiro:
    Suporte:Papel
    Forma: Original
    Formato:folha
    Gênero:Textual
    Espécie:Bilhete
    Tipo: Bilhete de acesso à fábrica
    Após a análise dos documentos o grupo concluiu:
    -O texto do bilhete verdadeiro de acesso à fábrica de chocolates é grafado na cor preta e não na cor marrom como no segundo documento, algo que evidencia a falta autenticidade deste que não foi elaborado segundo o padrão estipulado pela empresa.
    - O segundo bilhete não apresenta a marca d’água característica dos bilhetes de acesso, fato que não lhe confere confiabilidade das informações prestadas.
    -A fonte e o seu tamanho nos campos de data, local e horas diferem do modelo utilizado pela fábrica do Willy Wonka, atestando novamente a ausência dos padrões estipulados .
    - Outra característica observada é carimbo característico deste tipo de bilhete que no segundo documento está um pouco menos legível do que no primeiro, fato que dificultaria a verificação da autenticidade do documento.

    ResponderExcluir
  17. O Grupo Arquivo Vivo irá responder a Atividade Duplicidade PARTE 2 do Grupo Arquivo Protéico:

    O documento 2 é falso pois contem rastros de manipulação e o espaço deixado em branco denuncia que havia algum algarismo ali.

    Definição técnica:

    Suporte: Papel
    Forma : Original
    Formato: Folha
    Gênero : Textual
    Espécie : Receita médica
    Tipo: Receita para a compra de medicamentos.

    CONCLUSÃO

    - Análise do documento verdadeiro 1: o documento em questão é verdadeiro, pois possui elementos que conferem a autenticidade e confiabilidade do mesmo: Assinatura do médico, carimbo e a matrícula do CRM (Conselho Regional de Medicina) do mesmo.

    - Análise do documento falso 2: o documento falso possui todos os requisitos para ser um documento verdadeiro, pois ele foi adulterado e tem vestígios dessa adulteração.

    ResponderExcluir
  18. 2ª parte: O grupo Doce Arquivo está fazendo a avaliação dos documentos do Grupo Arquivo Libertário.

    Forma: original único
    Formato: folha avulça
    Suporte: papel
    Gênero: textual e imagético
    Espécie: Memorando
    Tipo: Memorando para Ray Koval.

    Validação: timbrado, assinatura, carimbos.

    O documento verdadeiro é a segunda versão do documento postado no Blog;

    Os fatores que validam este documento são:

    - Os carimbos presentes
    - As assinaturas

    O primeiro documento postado não é o verdadeiro, pois não apresenta nenhuma forma de validação em comparação ao segundo documento.

    ResponderExcluir
  19. O grupo "Diplomáticas Já" responde a atividade Duplicidade PARTE 2 do grupo "Arquivo Libertário" (http://arquivolibertario.blogspot.com.br/2013/10/duplicidade.html):

    O documento 1 é falso pois não tem carimbo nem assinatura alguma.

    ANÁLISE DIPLOMÁTICA DO 2 OFÍCIO:
    - SUPORTE: Papel
    - FORMA: Original
    - FORMATO: Folha
    - GÊNERO: Textual
    - ESPÉCIE: Ofício
    - TIPO: Ofício informativo

    CONCLUSÃO:
    O primeiro Ofício é falso, por não apresentar elementos que garantem a autenticidade do documento, como o carimbo e a assinatura. (Na realidade, nem parece uma tentativa de falsificação). Já o critério de veracidade pode ser observado, já que as informações ali expostas são verdadeiras. Sendo um documento falso, não apresenta o critério da Organicidade, por não ter relação com outros documentos.

    O segundo ofício é o verdadeiro pois ele apresenta o carimbo e a assinatura do emissor que garantem a autenticidade do documento. E pode-se confirmar e reiterar com a Belloto (2002) que em algumas variedades de documentos, dá-se uma inversão no escatocolo, isto é, ocorre primeiramente a datação, com seus dois elementos, e, a seguir, o que chamam de validação, aí considerando a subscrição ou as assinaturas e os selos e sinais. E também, o ofício é orgânico, por ter sido criado dentro de um contexto administrativo cumprindo seu papel na organização e se relacionando a outros documentos.

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. O grupo Arquivos Jurássicos analisou os documentos propostos pelo grupo CSI Arquivo.

    Análise diplomática do documento verdadeiro:

    Suporte: Policarbonato
    Forma: Original
    Formato: Cartão
    Gênero: Textual
    Espécie: Identidade
    Tipo: Registro de Identidade Civil

    Os dois documentos poderiam ser verdadeiros, pois apresentam características que o tornam autêntico, como tecnologia smart card (chip), o cartão do RIC mostra o nome, sexo, nacionalidade, data de nascimento, foto, filiação, naturalidade, assinatura, órgão emissor, marca d'água; e verídico pois tem todas as qualidades das informações que compõem o RIC. Mas como gostamos muito de cinema, reparamos que a foto 3x4 do segundo documento é da atriz Julia Roberts e o documento pertence a brasileira Maria da Silva Oliveira, portanto, questionamos a veracidade do documento e alegamos que esse é o documento falso. Concluímos que ele não é verídico, mas é autêntico, porque continua contendo elementos que caracterizam a confiabilidade do documento. Luciana Duranti (2004) argumenta no seu livro "Diplomática: usos nuevos para una antigua ciencia" que existe a possibilidade do documento ser autêntico e não verídico, já que para que ele seja autêntico, ele tem que mostrar o que realmente esta transmitindo, mesmo que as informações não sejam verdadeiras, pois são elementos independentes entre si.

    ResponderExcluir
  23. 2ª parte da atividade. Grupo CSiIARQUIVO analisando o grupo Doce arquivo ..( Bilhetes da Fabrica Wonka)

    Análise diplomática:

    • Suporte -> Papel
    * Forma -> Original
    * Formato -> folha
    * Gênero -> Textual
    * Espécie -> Bilhete
    * Tipo -> acesso á fábrica

    • Um dos primeiros itens que o grupo observou foi á falta de uma marca d’água logo abaixo do titulo do bilheteihete sso à fábrica

    Essa marca d’água é um dos elementos que comprava a autenticidade. O que no caso estava faltando no documento falso.

    Segundo problema é a fonte e a cor da letra no bilhete,no documento verdadeiro as letras são na cor preta, no documento falso as letras são na cor marron. O que mostra mais uma vez que o documento não é autentico .
    A fonte da letra dos bilhetes também são diferentes. O que mostra que um deles no caso o falso , não esta no padrão de bilhetes da fabrica de chocolates.

    Logo, concluímos que o desafio do grupo doce arquivo foi muito bom , pois as diferenças eram minuciosas, foi preciso bastante observação , porém o grupo Csiarquivo desvendou o mistério é chegamos a conclusão que o segundo bilhete é falso , e não é autentico e que pertence a algum engraçadinho que quer entrar na fabrica de modo irregular.

    ResponderExcluir
  24. 2° parte- O grupo Arquivo Libertário fez a análise do grupo Doce Arquivo.
    (http://docearquivodoce.blogspot.com.br/2013/10/atividade-duplicidade.html?showComment=1380920954864#c5119638304008062461)

    ANÁLISE DIPLOMÁTICA:

    - SUPORTE: • Papel
    - FORMA: Original
    - FORMATO: Folha
    - GÊNERO: Textual
    - ESPÉCIE: Convite
    - TIPO: Convite para acesso à fábrica.

    A forma de validação do ticket, por ser em papel acetinado (superfície lisa e lustrosa) não é apenas pela mudança das fontes(texto). Percebe-se variação de material, o primeiro é papel acetinado, com impressão e a sua validação marcada em alto relevo(carimbo e texto). O segundo trata de uma simples impressão, com mudança de fontes.

    ResponderExcluir

clique para comentar