25 maio 2012

Avaliação surpresa

Copiado de Fofoa
1. selecione suas 3 melhores atividades individuais publicadas na web (em posts e/ouou comments) realizadas ao longo da disciplina, neste semestre e
a) numere e identifique (por url no caso de post e/ou  url+data+hora+autor+ nº), no caso de comment)
b) indique porque você as considera relevantes
c) discuta qual a contribuição que as suas reflexões podem ter para melhor sua melhor compreensão de princípios teóricos da Arquivologia.
d) analise o potencial que suas reflexões possam ter para que outra pessoa melhor entenda os princípio teóricos da arquivologia
2. indique a url de uma atividade de seu grupo que, na sua opinião melhor exemplifica as diferenças entre tipologia e diplomática.
3. qual é a importância prática dos estudos de tipologia para a organização de arquivos

Prazo até as 22:30

44 comentários:

  1. Atividade no endereço "http://museudegradesnovidades.blogspot.com.br/".

    ResponderExcluir
  2. 1.

    A)
    1-http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html#comment-form
    Yuri Magno13/04/2012 14:39:00
    2-http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form
    Yuri Magno04/05/2012 16:01:00
    3-http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/05/doidos-por-atividades.html#comment-form
    Yuri Magno04/05/2012 16:37:00
    B)
    A primeira é importante por introduzir a matéria sobre documentos imagéticos (Atividade Será que é).
    A segunda além de abordar a matéria de autenticidade ela nos traz um pouco do que foi feito pelos alunos que já fizeram a matéria, fazendo com que seja observada percepções anteriores do mesmo assunto, o que é muito interessante.
    A terceira e última foi um desafio proposto por um blog amigo (Daidos por Estágio), o interessante dessa atividade é que partiu de pessoas que tiveram o mesmo nível de instrução que todos que participam da aula, ou seja, algo mais próximo do que todos sabem, diferente das atividades propostas pelo professor, as quais são trazem um nível diferenciado de conteúdo, claro que por motivos óbvios.
    C)
    A análise e discussão geradas por essas atividades proporcionaram uma nova ideia do meu pensar arquivístico, algo que pode ser resumido basicamente na frase “não existe receita de bolo”, para se analisar um documento é necessário muito mais que uma simples tabela.
    D)
    O que se pode inferir das minhas reflexões para agregar a uma pessoa, provavelmente leiga sobre o assunto princípios arquivísticos, é que basicamente os princípios são nada menos a ponta do “iceberg”. “Nada é o que parece ser” provavelmente seria a nova concepção adotada.
    2.
    http://bibliotecaarquivistica.blogspot.com.br/2012/05/diplomatica-e-tipologia-em-acao.html
    Apesar do documento desta atividade acima não ser muito comum no âmbito arquivístico por estar relacionado a coleção, análise realizada pelo grupo foi a que mais demonstrou que tipologia e diplomática são coisa distintas e conexas.
    3.
    Basicamente o estudo prático da tipologia é a essência de ser para a organização de arquivo, pois, é necessário ter a compreensão do porque daquele documento está presente no arquivo, sua função, sem esses questionamentos proporcionados pela tipologia os arquivos basicamente seriam um abarrotamento de documentos classificados, sabendo o porque do documento estar no arquivo, também sabemos se ele precisa realmente estar no arquivo.

    Yúri Magno S. de Lima 10/0053823

    ResponderExcluir
  3. Boa noite pessoal...que surpresa...me entalei nas pizzas, mas estamos aqui...
    Segundo a atividade proposta...sobre as atividades até aqui realizadas...Eu as considero relevantes pela contribuição que foi dada à disciplina....E pelas interações com a leitura mediante as atividades...
    A primeira atividade seria no postdo nosso próprio grupo sobre o título eleitoral e sua evolução mediante o tempo:

    Disponível na url: http://museudegradesnovidades.blogspot.com.br/2012/04/diplomatica-e-tipologia-documental-unb.html


    A segunda seria: em parceria com o blog memória, rock e história....que está disponível na seguinte url: http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form
    Bibliografia:
    DURANTI, Luciana. Diplomática: usos nuevos para una antigua ciencia. Trad. Manuel Vázquez. Carmona (Sevilla): S&C, 1996. (Biblioteca Archivística, 5)., presente sob o domínio da rede CID em meio digital.
    E a terceira: Seria no post relacionado as fotografias do Lenin e do trotski..
    Que está disponível na url : http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html no seguinte horário e data : 12/04/2012 23:15:00
    2) Essas reflexões nos dão uma base de certa forma, de como podemos analisar os documentos, e como podemos ter familiaridade com eles...e também, ver como possíveis alterações poodem influenciar na compreensão de certas “informações”....Outras pessoaspodem ter uma idéia melhor do que é arquivística e como a análise é importante para a constituição de um arquivo e possível compreensão dos fatos históricos....
    3) No que tange as orientações do meu grupo sobre tipologia e diplomática eu alencaria a segunda url: http://museudegradesnovidades.blogspot.com.br/2012/04/diplomatica-e-tipologia-documental-unb.html que fala em seu post isto:
    O título eleitoral segundo o seu conceito é segundo a legislação eleitoral “o documento que comprova que um determinado cidadão está inscrito na Justiça Eleitoral do Brasil e se encontra apto a exercer tanto o eleitorado ativo (votar), quanto o eleitorado passivo (receber votos).” Surgiu em 1875, com a chamada “lei do terço”, em que se instituiu também a participação da justiça comum no processo eleitoral. Podemos notar algumas diferenças entre os dois documentos no que permeia a evolução histórica do documento, no primeiro vemos a filiação, naturalidade, foto, estado civil e profissão, campos inexistentes atualmente, a marca biométrica é apenas utilizada atualmente para analfabetos, estes últimos o têm de forma opcional.

    Que foi postada por mim mesmo...que exemplifica as diferenças sobre diplomática e tipologia...que embora complementares são conceitos distintos...
    E por último, a tipologia se torna dispositivo essencial para a análise do acervo componente de um arquivo, visto que tal análise, permite que temos uma imagem macro da organização, em que podemos traçar o que a organização pode atingir e entendermos como é o funcionamento de uma organização qualquer. Podemos criar parâmetros para a criação de análise tipológica, e possíveis consequências desta mesmo nos arquivos à que lhes são pertinentes. O que esta análise representa ao arquivo é de uma magnitude que nós arquivistas consideramos utópicos pela realidade brasileira, mas que está em nossas mãos mudarmos tal realidade...

    ResponderExcluir
  4. Náthalli Campelo
    Matrícula: 10/0018491

    1.A)
    1)[link=http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html] Rock, Memória e História[/link]

    2)[link=http://arquivomania.blogspot.com.br/2012/05/como-identificar-se-o-ingresso-que-voce.html]Como identificar se um ingresso é verdadeiro[/link]

    3)[link=http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/documentos-da-nossa-ditadura.html]Documentos da nossa ditadura[/link]


    B) Considero as atividades relevantes, uma vez que o embasamento que tive foi primordial para o aprendizado e crítica que cada atividade proporcionou, bem como a fixação da matéria repassada em sala de aula, em blogs e textos disponibilizados.
    C) As minhas reflexões podem melhorar a minha crítica em relação ao curso e em relação à matéria de Diplomática. Os tópicos abordados na disciplina certamente indicam que a teoria não evolui sem a prática, bem como a prática dificilmente evoluirá sem a teoria. As críticas instigadas fazem com que o aluno pense e reflita melhor sobre os conceitos aprendidos.

    D) As reflexões feitas pelos alunos podem ajudar outros alunos principalmente pela melhor compreensão de um pensamento de outrem, isso é, a interpretação de um aluno em relação à um texto pode ser indispensável para outro aluno compreender melhor o texto, assim as teorias podem ser melhor compreendidas em conjunto, devido à diversos pontos de vista abordados pela percepção de cada um.
    2.[link=http://arquivomania.blogspot.com.br/2012/05/normal-0-21-false-false-false-pt-br-x.html]Investigação no CEDOC[/link]

    3. Os estudos em tipologia nos fazem adquirir um conhecimento prático em relação aos documentos. Considerando que a organização de um arquivo é indispensavelmente prática, a tipologia nos proporciona essa questão provavelmente antes de nos depararmos com um arquivo. Dessa forma, acredito que o curso deve ter uma parte prática, uma vez que ao sair da Universidade a prática será sua forma de demonstrar seus conhecimentos obtidos.

    ResponderExcluir
  5. 1)
    Autenticidade a flor da pele: Kelen Gonzalez 01/05/2012 18:47:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html

    Lá vamos nós: Kelen Gonzalez 12/04/2012 10:09:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html

    Será que é: Kelen Gonzalez 04/04/2012 13:02:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html

    A primeira atividade citada “Autenticidade a flor da pele” demonstra de forma prática como a diplomática pode nos ajudar a ter familiaridade com os documentos através de suas características e aplicá-los no dia-a-dia evitando ser enganado por exemplo. Com esse conhecimento podemos analisar as características internas e externas e assim julgar da melhor forma a documentação.
    A segunda “La vamos nós...” nos leva para outro campo, a análise de fotografias/imagens e faz com que refletimos a cerca da alteração de documentos para determinados fins. Põe em cheque a autenticidade e a aplicação dos nossos instrumentos de análise para averiguar a veracidade e seu contexto.
    A terceira “Será que é” intensifica a importancia da análise do contexto arquivístico para cada documento como a análise muda de acordo com o ponto de vista do produtor arquivístico. Além da função administrativa que ela exerce em cada instituição.
    2)
    http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/diretoria-de-acompanhamento-e.html
    Ao fazer a atividade “Ciência agora” pude ver como a diferença entre diplomática e tipologia melhor a medida que estes influenciam na análise de campos diferenciados para determinados fins.
    Exemplo: A diplomática analisa o documento em si, suas características e foi o que ocorreu com os documentos analisados do DAIA, como seu suporte, forma. Já a tipologia engloba o documento, sua função e seu contexto e isso pode ser observado ao analisar seu tramite, sua finalidade, todo o contexto no organograma que o DAIA se encontrava e o porquê da produção documental.
    3)
    A organização de cada arquivo deve ser adequado a realidade que o mesmo se encontra. Os estudos tipológicos ajudam a entender melhor a produção dos documentos, seu trâmite, legislação, o contexto que o documento é produzido e o porquê. Com esse conhecimento tipológico pode-se formular tabelas de classificação, descrição e instrumentos de pesquisa que facilitam o acesso aos documentos através de uma organização sistemática.

    ResponderExcluir
  6. extra extra extra.
    a)Joana12/04/2012 22:26:00
    b) Aplicação da diplomática
    c) analisando o contexto e suas aplicações no dia a dia.
    d) alinhamento de textos com a protica do dia a dia


    atividade surpresa
    a)Joana12/04/2012 22:32:00
    b) contribuir com casos praticos
    c) Comentando sobre tema é possivel rever pontos de vista
    d) fixação de conceitos com didatica não convencional


    será que é
    a)Joana12/04/2012 23:02:00
    b) Nos fazer ver alem do estudo de textos
    c) um novo ponto de vista sobre a fotografia.
    d) definição de conceitos para organização de acervo sob a luz da arquivologia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 2. http://equiparq.blogspot.com.br/2012/04/estudo-de-caso-autenticidade-e.html

      correta separação de suportes, facilitação da recuperação de informações, maior numero de informações por documento, disponibilizar ao usuário não só a informação mas o també sua origem e forma de apresentação. com essa qualidade é possivel construir um trabalho mais bem acabado. Lembrando da importancia de atenticidade e veracidade dos documentos em relação a sua função e seu produtor.

      Excluir
  7. 1) a)Comentário da atividade lá vamos nós Blener Araujo em 12/04/12 ás 13:06 (http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html), Comentário da atividade ExtraExtraExtra Blener Araujo ás 11:06 04/04/12(http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html),Comentário da atividade autenticidade a flor da pele Blener Araujo ás 22:07 01/05/2012 (http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html);

    b)acredito que esse comentário ajudou a fixar que nem tudo é o que parece, e ajudar na distinção de veracidade e autenticidade, o segundo comentário parece ter ajudado a prestar um pouco mais de atenção ao contexto em que se encontra o documento e não só ao documento em si, e a terceira por ter sido um primeiro contato com a disciplina;

    c)Foi exatamente nessas atividades que comecei a entender um pouco mais sobre essa questão de autenticidade, de como a diplomática poderia me ajudar a verificar a veracidade, do que realmente vem a ser adiplomática, o que é autenticidade, a entender o porque de o contexto ser uma peça chave na análise documental;

    d)Meus comentários por possuirem umja linguagem mais simplificada, além de procurar sempre adicionar exemplos, já que é a forma como eu entendo melhor um conteúdo pode ajudar outras pessoas a tirar dúvidas que tenham sido minhas dúvidas;

    2) A atividade da monitora Laila sobre Análise de materiais não convencionais (http://posdiplomatica.blogspot.com.br/2012_05_25_archive.html);

    3)A tipologia analisa o contexto em que se encontra a documentação e sua relação com os outros documentos, através dela podemos construir planos de classificações estruturados de uma melhor maneira e que sejam ferramentas mais eficazes. Com a tipologia pode-se conhecer o que realmente o documento é e além disso identificar seu contexto.

    ResponderExcluir
  8. Alexandre Haine - 10/002392425 de mai de 2012 22:14:00

    1a)http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html; 4 de maio de 2012; 13:58; Raíza Cristina (Anônimo) nº17;
    1a)http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html; 01/05/2012; 22:07:00; Blener Araujo; nº3
    1a)http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html; 12/04/2012; 10:09:00; Kelen Gonzalez; nº9

    1b)As postagens são relevantes pois apresentem o conteúdo em linguagem clara e trazendo as informações necessárias para juntar a teoria dos autores com os conhecimentos necessários para a análise dos documentos, a parte prática.

    1c)Os autores expressaram conceitos fundamentais para o entendimento dos princípios teóricos da Arquivologia e da Diplomática, principalmente ao abordar a questão da veracidade e autênticidade dos documentos e quais características os documentos autênticos deveriam ter.

    1d) Ao partir da unidade produtora e ao focar a análise dos documentos a partir de suas características diplomáticas, torna-se mais evidente a importância de se observar o princípio da proveniência. Os documentos da adminsitração pública geralmente produzem documentos para atividades específicas, sendo produzidos com certa periodicidade, gerando séries documentais. A relevância para os comentários acerca da arquivologia encontram-se implícitos, focando no pilar básico da arquivologia da autênticidade, onde o documento na administração das organizações é produzido por alguém competente.

    2)http://equiparq.blogspot.com.br/2012/05/modelo-de-tipologia-documental.html

    O modelo de tipologia aborda somente documentos que estão incluídos no mesmo tipo documental, por serem semelhantes diplomaticamente. Por sua vez a diplomática está inclusa na análise das características formais dos documentos, entretanto a autênticidade ficou fora do escopo da atividade.

    3)A organização de arquivos demanda estudo, observação e análise das informações obtidas a respeito do fundo e da organização produtora. A base fundamental de qualquer tipo de organização é o conhecimento dos documentos produzidos e suas relações entre si. Os estudos de tipologia documental permitem agrupar certos documetos em classes e séries e desta forma organizar um método específico para a organização em questão. Tal importância é evidenciada na criação de tabelas de arranjo nos arquivos permanente, onde normalmente as organizações já foram extintas e as pesquisas se focam na análise dos documentos, em contraponto a organizações ativas onde o arquivista pode utilizar recursos de entrevista e observação do fluxo de informações.

    ResponderExcluir
  9. 1) a - 1ª http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html 12/04/2012 00:43:00 quinto comentário.

    2ªhttp://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html#comment-form 04/04/2012 02:52:00 primeiro comentário.

    3ªhttp://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/documentos-da-nossa-ditadura.html#comment-form 30/03/2012 00:27:00 Vigésimo segundo comentário (contei apenas os que tinham respotas)

    b- As considero relevantes pelo fato de abordarem de forma mais prática as questões do grupo, principalmente com dinâmica de discutir o que outro colega pensa a respeito, essa dinâmica faz com que a teoria seja mais aplicável a nossa realidade. As análises feitas nos comentários são relevantes para a gente saber analisar o documento, tanto ele sozinho quanto dentro de um contexto arquivístico. Considero os posts ricos em discussões que dizem respeito a amplitude do estudo diplomático e tipológico.

    c- A contribição que trouxe para a melhor compreensão dos princípios teóricos da arquivologia, foi principalmente em questão ao respeito aos fundos, pois sempre estudamos essa questão de uma forma superficial e teórica e com as atividades práticas é mais fácil visualizar o quão é importante o contexto para se ter uma melhor compreensão do documento. As refelxões feitas me ajudaram a olhar diferente para os documentos e principalmente para o seu âmbito de produção, relações e de inserção.
    d- As minhas reflexões foram objetivas e eu sempre procurei aplicar os conceitos dos textos lidos e das reflexões em sala. Considero que sejam relevantes para analisar um ponto de vista ( o meu) sobre os aspectos estudados. Sempre procuro escrever de forma simples aplicando os conceitos aprendidos ao longo do curso como um todo e ao longo da disciplina, que fornece uma construção interessante de conhecimento e crítica aos documentos.

    2) A atividade feita em grupo ( Pós diplomática) que mais exemplifica as diferenças entre tipologia e diplomática é: http://posdiplomatica.blogspot.com.br/2012/05/analise-de-materiais-nao-convencionais.html

    3)A importância de estudar a tipologia para a organização de arquivos é conhecer o contexto que se encontra o documento e suas relações com outros documentos existentes na instiuição, para assim se ter um controle do que é produzido e das peculiaridades de cada documento, e para futuramente se ter o mapeamento dessa documentação e aplicar um plano de classificação que se adeque as especificidades de cada instituição, abarcando os vários tipos e séries documentais existentes.

    ResponderExcluir
  10. 1.
    a)
    1)Atividade: Autenticidade à flor da pele. URL:
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form
    Data: 03/05/2012
    Hora: 10:47
    Nº: 07
    2) URL: http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html#comment-form
    Data:12/04/2012
    Hora: 22:31
    Número: 19
    3) URL: http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html#comment-form
    Data:05/04/2012
    Hora: 23:52
    Número :18

    b)As atividades escolhidas considero importante pelo fato de que abordam os temas relevantes da disciplina de Diplomática e Tipologia, como, por exemplo: autenticidade dos documentos, identificar funções arquivísticas e administrativas, e a atividade com o título "lá vamos nós" considerei importante porque nos "exigiu" usar a imaginação para analisar as modificações de uma imagem à outra, como as alterações nas fotos, mostrada pela monitora Héllen, foram feitas em meados da década de 20-30 e também porque a atividade pediu a análise dos aspectos e características imagéticas (concentrando nas características diplomáticas). Juntando essas três atividades é possível fazer um apanhado geral incluindo todo o conteúdo estudado até agora na disciplina.

    c) As reflexões podem contribuir na parte da própria análise do documento, como, por exemplo, análise das características externas dos documentos verificando sua autenticidade (como foi o caso da atividade "autenticidade à flor da pele", na qual foi analisado o ingresso do Rock in Rio), Outra contribuição foi na atividade postada pela monitora Cíntia, na qual expus a função aquivística para o produtor e a função administrativa da foto e, a terceira contribuição foi na atividade "lá vamos nós", onde foi importante a reflexão do contexto histórico do documento ( na Arquivologia é necessário observar sim o contexto histórico do documento para melhor analisá-lo).

    d) Os príncipios teóricos da Arquivologia que abordei nas atividades expostas foram: autenticidade, funções administrativas, arquivísticas, a própria diplomática, veracidade e análise do contexto histórico. Com esses temas abordados em meus comentários é possivel que outra pessoa leia e entenda de forma mais resumida alguns dos principios teóricos da Arquivologia

    2.
    URL: http://dtdex.blogspot.com.br/2012/05/analise-de-materiais-nao-convencionais.html

    3.
    É importante o estudo da tipologia dos documentos porque ele estuda o documento juntamente com os outros documentos dentro de um contexto arquivístico.

    ResponderExcluir
  11. Flávio Costa Santiago25 de mai de 2012 22:14:00

    1-a) 1 - http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form - Flávio Costa Santiago 04/05/2012 10:21:00 / comentário 17
    2 - http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html#comment-form Flávio Costa Santiago 12/04/2012 22:48:00 / comentário 22
    3 - http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html#comment-form - Flávio Costa Santiago 05/04/2012 20:36:00 / comentário 15
    b) A atividade, autenticidade a flor da pele foi de extrema relevância para o desenvolvimento da análise documental acerca da autenticidade do documento e a veracidade da informação, essa atividade foi complementada por outra atividade, que foi realizada no dia 27 de abril em sala de aula que também foi muito interessante, as outras atividades ajudaram a desenvolver a capacidade de observar as diferenças nas imagens, e o mais importante conseguir analisar fotos que não estão inseridas em um contexto, apesar de alguns autores julgarem impossível esse tipo de análise.
    c)As atividades abriram a possibilidade de conhecer um outro lado da Arquivologia, que não esteja meramente nos regulamentos do CONARQ, a questão da autenticidade pode dar margem a discursões mais profundas a cerca da avaliação de documentos, outro que traz uma boa reflexão é a da função arquivistica nos documentos que podem ajudar a definir sua destinação final.É claro que apenas a observação das imagens não é suficiente para tantas conclusões, é necessária uma pesquisa mais detalhada e precisa, mas é inegável a sua ajuda.
    d)Acredito que uma pequena ideia do que é a função administrativa e a arquivistica dos documentos possa ser tirada, além de ter um pequeno contato com o que seria fundo arquivistico, e o mais interessante, poder conhecer alguns caracteres que possa ajudar a analisar a autenticidade dos documentos e a veracidade das informações nele contidas.

    2-
    http://bibliotecaarquivistica.blogspot.com.br/2012/05/diplomatica-e-tipologia-em-acao.html

    3- Na prática, é importante para sair um pouco da organicidade apenas por assuntos, que acaba não sendo o método mais preciso, os modelos propostos ajudaria a definir as series de cada fundo, o que acarretaria em um modo de armazenamento muito mais eficaz, um modelo de ficha para a análise proposto pelo professor na aula do dia 25/05 mostrou como pode ser mais fácil organizar os arquivos através da análise tipologica.

    Flávio Costa Santiago - 10/0029451

    ResponderExcluir
  12. Wilton Borges de Sousa – 12/0043815

    1ª Atividade:
    Disponível em: http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html.

    Resposta dada em 4 de maio de 2012 17:51 e disponível em http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html.

    2ª Atividade:
    Disponível em:
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form

    Resposta dada em 04/05/2012 17:46:00 e disponível em:
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form

    3ª Atividade:
    Disponível em:
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/search?updated-max=2012-04-13T14:14:00-03:00&max-results=6&start=12&by-date=false

    Resposta dada em 12/04/2012 22:54:00 e disponivel em:
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html#comment-form

    ** Atividade em grupo disponível em:
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/atividade-relampago.html#comment-form
    Link: http://arqui-educa.blogspot.com.br/2012/05/investigacao-documental.html

    Considero que as participações acima identificadas foram relevantes porque exigiram uma pesquisa razoável para concluí-las e porque acrescentaram algum conhecimento, sobretudo a atividade que tratou da autenticidade dos documentos imagéticos à luz do problema proposto.

    Acredito que minhas contribuições em si não podem ser tomadas isoladamente “para que outra pessoa melhor entenda os princípios teóricos da arquivologia”, seria muita pretensão de minha parte. Ao contrário, elas devem ser tomadas em conjunto, isto é, com a soma das outras contribuições oferecidas pelos colegas da disciplina. O todo das contribuições é que teria “relevância para para que outra pessoa melhor entenda os princípios teóricos da arquivologia”.

    A importância prática dos estudos de tipologia para a organização de arquivos é que eles são um importante instrumento para a racionalização do trabalho, isto é, com os estudos de tipologia documental, o arquivista pode verificar a necessidade de determinado documento estar ou não presente em determinado arquivo.

    ResponderExcluir
  13. Lara Porto - 10/001486125 de mai de 2012 22:17:00

    1-
    a) 1: http://arquivomania.blogspot.com.br/2012/05/como-identificar-se-o-ingresso-que-voce.html - Comentário da Lara Caroline Porto Silva

    2: http://classificaem020.blogspot.com.br/2012/05/ola-queridos-colegas-com-base-nofilme.html - Comentário de Arquivistas em Construção dia 14/05/2012 às 10:15, por Lara Caroline Porto Silva, 7º comentário.

    3: http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/documentos-da-nossa-ditadura.html - Comentário de Arquivistas em Construção dia 28/03/2012 às 14:08, por Lara Caroline Porto Silva, 15º comentário.

    b) Considero relevantes pois elas despertam o senso critico e analitico que cada um de nós possui. As atividades permitem que utilizemos nossa criatividade para conseguir realizar as atividades diárias no nosso trabalho dentro dos arquivos. Dessa forma, começamos a enxergar a arquivologia e seu objeto de estudo como a nossa realidade e nosso problema. Saimos do plano da idealização e partimos para complicações que vivemos diariamente e que complicam as atividades da área.
    Na duas primeiras atividades selecionadas por mim, aprendemos a identificar documentos falsos. Dessa forma, analizamos elementos de veracidade e autenticidade fundamentais que devemos estar atentos para evitar a fraude e modificação da informação dos documentos com que trabalhamos.
    A terceira, está ligada a essencia do documento, as suas funções diplomáticas. Com ela aprendemos a identificar as caracteristicas princiapis dos documentos e entender aonde ele se encaixa no acervo. Começamos a dissecar o documento em todas as possibilidades que ele se define para enxergarmos ele como uma unidade que está no acervo pela organicidade e a sua função e importancia de guarda.
    c) Acreditos que as minhas reflexões, apesar de poder ter algumas discordancias em relação as reflexões de outros colegas, contribuem para a compreensão do documento dentro e fora do fundo ao que faz parte. Além de questionar idéias dos outros colegas, procurei complementar com elementos ainda não analizados e que podem ser levados em consideração no universo da arquivologia, sobretudo na hora de uma analise diplomatica e tipologica. Por fim, a intenção foi tentar explicar de uma maneira mais simples a teoria que aprendemos para que ela possa ser facilmente aplicada a realidade que vivemos, e assim

    d) Acredito que uma pessoa que não entenda nada de Arquivologia teria certas dificuldades de entender as explciações dadas. Como existem muitas terminologias, as vezes fica complicado assimilar as reflexões a algo prático. Porém, em algumas atividades de autenticidade e veracidade ficam claras dicas básicas e fundamentais para o reconhecimento de documentos falsos, assim como a analisediplomatica pode fazer com que alguem que não conheça a área tenha o interesse de aprender mais sobre o assunto.

    2- [link=http://arquivomania.blogspot.com.br/2012/05/normal-0-21-false-false-false-pt-br-x.html] Investigação no CEDOC[/link]

    3- Os estudos de tipologia facilitam o acesso a informação. Acredito que essa atividade é primordial na Arquivologia e é muito defasada por conta da falta de conhecimento nessa área. Com a tiplogia fica facil definir e separar os documentos pelo assunto nele tratado e pela função para qual ele foi criado. Dessa maneira, fica mais simples agrupar os documentos semelhantes para que estes possam ser organizados de um jeito que torne sua localização no acervo mais objetiva. Se este conhecimento fizesse parte da realidade da maioria dos arquivistas em atuação, acredito que não teriamos tantos problemas a serem solucionados.

    ResponderExcluir
  14. 1ª Atividade:

    Postagem: Lá vamos nós...
    Data da postagem: 12/04 às 14:50
    http://migre.me/9efJO

    Essa foi a atividade individual que mais me marcou em termos de conhecimento até agora em Diplomática. Para realizá-la, eu tive que fazer uma pesquisa extensa sobre fotografia. Tive que entender o processo de como a foto é tirada e buscar fazer uma comparação com as modificações/edições que se fazia antigamente e hoje nas fotos. Acabei encontrando na pesquisa vários acervos on-line os quais eu não tinha conhecimento da existência, ampliando os meus horizontes.

    2ª Atividade

    Postagem: Será que é?
    Data da Postagem: 31/03/2012 20:10:00 e 09/04/2012 16:10:00
    http://migre.me/9egho

    A postagem dessa imagem foi bem interessante porque quando eu li a atividade eu não tinha a menor idéia de como começar. Pensei em várias possibilidades de identificação da imagem e no final, não era nada do que eu imaginei. Era uma lâmina de titânio e eu acabei confundindo com uma pilha de papéis velhos. Com a confusão da identificação, eu disse que a análise não era autêntica e que tinha sido deturpada por algum tipo de programa de edição mas hoje eu vejo que autenticidade dessa imagem é ditada pelo fato de eu não saber defini-la, ou seja, como eu defini errado as características da imagem como função administrativa ficaram deturpadas. Falei muito da semiótica nessa postagem e de como essa imagem estaria inserida. Complementei com o texto base da postagem falando sobre a questão da análise do documento individual e o quanto se perde no contexto arquivístico bem como o fato da edição da imagem faz com que outro documento seja produzido. Esses conceitos eu aprendi no texto do professor André.

    3ª Atividade

    Postagem: Documento da Ditadura
    Data da Postagem: 30/03/2012 15:46:00
    http://migre.me/9egIT

    Nessa atividade, pude colocar em prática os conceitos de documento jurídico, documento diplomático, documento notarial, documento administrativo, documento histórico e documento arquivístico. Todos esses conceitos para fazer análise a partir de um extrato bancário proposto pela nossa colega Julliana. Essa atividade, para mim, foi a atividade que mais engrandeceu em termos de conceitos que são essenciais.

    Acretito que todas as três atividades que escolhi são atividades que envolvem conceitos básicos de análise ou envolvem conceitos de outras disciplinas que subsidiam essa análises e é nesse ponto que acredito que as pessoas entenderiam alguma coisa dos princípios teóricos, pela definições e pela interdisciplinalidade ligada a análise diplomática.

    2. A melhor atividade do meu grupo que exemplifica as diferenças entre análises diplomáticas e tipológicas é a atividade do Hulk, por ser um objeto de difícil identificação. http://migre.me/9egYO

    Como sugestão, tem outra postagem que também atinge esse objetivo que é a do dinheiro. http://migre.me/9eh7I.

    3. É importante para analisar o documento dentro do contexto em que ele está inserido. Para que foi criado, como foi criado e em que circustâncias. A tipologia direciona quem está analisando o documento, proporciona uma viagem por dentro da instituição passando por todo o seu trâmite para que ele possa ser melhor compreendido e, consequentemente, tenha a destinação adequada a partir da classificação assinalada.

    ResponderExcluir
  15. 1.http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/documentos-da-nossa-ditadura.html#comment-form Fernando Chaves 29/03/2012 13:31:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html Fernando Chaves 04/05/2012 11:31:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html#comment-form 10/04/2012 19:10:00

    b,c,d)Considero essas atividades individuais as mais importantes pois em todas, de alguma forma movido pela curiosidade gerada, fiquei instigado a buscar informações e conhecimento, que externados pela pesquisa bibliográfica e citações utilizadas possibilitou a estruturação das respostas. Por sua vez outros alunos concordaram comigo e ratificaram o que disse em seus comentários.

    2. http://equiparq.blogspot.com.br/2012/04/estudo-de-caso-autenticidade-e.html

    3.A importância dos estudos de tipologia está constituída pela necessidade de se conhecer o documento e suas especificidades. Não se trata de aplicar uma fórmula de bolo e replicar modelos e sim entender cada documento como algo novo e estudá-lo até que se chegue em seu cerne. Assim o estudo pode contribuir para constituição de instrumentos de pesquisa mais eficazes para as instituições arquivísticas.

    ResponderExcluir
  16. Questão 1:

    a) Comentário da atividade do Blog Daidos por Estágios, dia 03 de maio de 2012, 22:26
    http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html?showComment=1336094807799
    Comentário da atividade "Autenticidade à flor da pele", blog Diplomática e Tipologia Documental, dia 03/0512, 23:48
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html?showComment=1336099703494

    Comentário da atividade "Lá vamos nós" do Blog Diplomática e Tipologia Documental, dia 12/04/12, 16:11
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html#comment-form

    b) Acho que as atividades são relevantes porque instigaram-me ao senso crítico, assim como o fato de terem contribuido para a aplicação do conhecimento teórico nas atividades práticas propostas, sem contar o fato da interação com as atividades propostas pelos colegas, nas quais todos se envolvemos e interagimos.

    c) Minhas reflexões contribuem para uma melhor compreensão dos princípios teóricos arquivísticos na medida em que eu passei a descobrí-los, a entedênde-los e a aplicá-los. Da mesma forma como também me instigaram a aguçar o senso crítico, analisando os pontos de vistas de vários autores que tratam de tais príncipios sob uma ótica em que o contexto e a realidade de cada difere, enriquecendo o debate num construto de um amadurecimento teórico e intelectual.

    d) Trazendo uma abordagem do ponto de vista de quem está aprendendo, as minhas opiniões podem contribuir para que outras pessoas tenham um conhecimento dos princípios teóricos da Arquivologia, visto que são análises que refletem o conteúdo apreendido com referencial teórico embasado em textos de grandes pesquisadores da área. Sendo ainda mais frutífera essa aprendizagem por trazer uma abordagem prática, como tem sido característica as atividades propostas. Entendo as atividades propostas como sendo um espaço onde possamos aplicar na prática tudo aquilo que absorvemos das leituras. Portanto, quem ler as postagens passará a entender sobre tais princípios.

    Questão 2:

    Atividade explorando o HULK
    http://classificaem020.blogspot.com.br/2012/05/explorando-o-hulk.html

    Questão 3:
    Através do estudo da tipologia pode-se entender o documento dentro do contexto no qual está inserido, e melhor compreender suas funções, suas relalções orgâncias. Dessa forma, contribui para um trabalho eficiente e eficaz do profissional arquivista, pois tratará a documentação de forma conjunta, não entendendo o documento de forma isolada e solta, sem qualquer entendimento da razão de sua produção e de sua função.

    ResponderExcluir
  17. (1) a) http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/documentos-da-nossa-ditadura.html Comentário do Victor Valente 10/0021701 dia 30/03/2012 às 12:20:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html#comment
    Comentário do Victor Valente 10/0021701 11/04/2012 13:09:00
    http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html Comentário do Victor Valente 10/0021701 4 de maio de 2012 13:22


    b)Escolhi essas atividades, porque em meio aos erros que cometi, elas contém observações relevantes que foram observadas pelos demais colegas. engrandecendo as discursões propostas e sanando as mais diversas dúvidas. Esse tipo de atividade (que envolve discursão) em geral traz bons resultados, porque permite o embate e acredito que as minhas reflexões de alguma maneira tornaram os debates mais maduros e com um nível mais alto, por isso as escolhi como meus principais exercícios nessa disciplina,pois foram ai que eu realmente senti que minhas discursões tiveram algum efeito realmente positivo.

    c) Nessa atividade na qual eu discuto A Carteira de Motorista é interessante, porque ficou bem completa(atendendo ao comando da questão) e praticamente esgotada em termos de análise (dentro do proposto pela atividade), acho que isso é importante, conseguir esgotar discursões sobre um assunto, porque quando algo esta esgotado é um sinal que praticamente todo o assuntojá está abordado e o conhecimento pronto para ser difundido, por isso acho que esse exercício ficou bem feito.
    No exercício E Lá Vamos Nós. Embora tenha errado o método de manipulação da imagem (embora aja a ressalva de ninguém saber como de fato ela foi refeita),citei algo de extremo valor, ao afirmar com propriedade que ambas as fotos eram autênticas, porque o contexto histórico delasé autêntico. A primeira registra uma memória e a segunda uma nova versão da mesma memória, não cabendo a nós (arquivistas) discutir a memória da foto e sim somente preservar ela para que os historiadores que dêem o parecer final.
    A atividade Daidos por Desafio, considero ela de suma importancia pois nela, afirmo com um simples argumento o porquê do documento em questão não ser autêntico, julgo que foi d esuma importância para o meu entendimento sobre a autenticidade.

    (2) http://posdiplomatica.blogspot.com.br/2012/05/analise-de-materiais-nao-convencionais.html

    (3) A Diplomática surgiu para averiguar a veracidade e autenticidade dos documentos. Hoje seu papel esta muito mais ligado ao estudo do documento. A Tipologia vem para aplicar os conhecimentos da Diplomática aos arquivos, visando conhecer o documento em seu contexto, em seu conjunto, numa visão mais ampla que a Diplomática (mais sem exclui-la, muito pelo contrário, apoiando-se nela totalmente). Estudar a tipologia é compreender o seu acervo, poder criar ferramentas efetivas para a gestão documental, estar preparado para as novas necessidades e acima de tudo, permitir que o Arquivo cumpra sua principal função: recuperar informação.

    ResponderExcluir
  18. Avaliação individual 25/05/2012
    André Matheus M. Ferreira 10/0025005

    1-a-
    1) http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html
    12/04/2012 09:05:00
    6º comentário.
    2) http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/o-que-e-o-que-e.html
    30/03/2012 19:29:00
    2º comentário.
    3) http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html
    3 de maio de 2012 19:10
    3º comentário.

    1-b-
    Estas atividades foram escolhidas pelo pouco número de atividades individuais, pois em minha opinião, desenvolvi e participei muito mais das atividades em grupo. Sobre estas atividades, as considero importantes pelo fato de apresentarem o período do curso em “inicio”, “meio” e “mais atual” atividades (não necessariamente nessa ordem no exercício anterior) que representam a forma como tem evoluído a minha visão acerca do conteúdo do curso.
    A diplomática e tipologia sofrem certa “mudança” a meu ver a cada aula que passa, por isto acho importantes os posts citados, não pelo conteúdo, mas pela forma como muda minha visão da matéria.

    1-c-
    As reflexões que temos de desenvolver durante o curso, implicam na tentativa de realizar uma análise ou uma atividade aonde o fato de me deparar com problemas e dificuldade forçam-me à buscar outras fontes, outras atividades, mais conhecimento sobre o assunto, melhorando assim o aprendizado.
    Quando passo por uma atividade que exige reflexões, a utilização de fontes, a pesquisa, todo o envolvimento da atividade, faz com que se acumule cada vez mais conhecimento sobre a diplomática e tipologia como parte do curso, além de que cada reflexão é uma nova atividade onde já se tem um maior acumulo e mais experiência para sempre aprimorar o que é estudado.

    1-d-
    Para ser sincero, não acredito que as atividades que postei até hoje sirvam para auxiliar outra pessoa a entender melhor os princípios, pelo fato de não apresentar um respaldo dentro da área, porém acredito que ao participar das atividades, todo conteúdo acrescentado por mim e meus colegas, torna-se um parâmetro de estudo e análise, uma vez que cada atividade carrega consigo um arcabouço de elementos teóricos sendo aplicados nas mesmas. Isto acrescenta ao conteúdo como um todo, mais valor de estudo para o nosso curso, ou de quem se interessar por ler.

    2-
    http://amortedoarquivomorto.blogspot.com.br/2012/05/analise-de-materiais-naoconvencionais.html#comment-form
    Acredito que esta atividade, por acaso a mais atual, é uma das que melhor exemplifica a diferença entre tipologia e diplomática apesar de não ser essa a função da atividade.
    Nela foram analisados os documentos do CEDOC da UnB e temos até agora a análise mais completa feita pelo grupo.

    3-
    A utilização do estudo de Tipologia influência diretamente na forma estrutural de um fundo documental. É com a tipologia que vamos analisar e especificar detalhadamente cada elemento tipológico dos documentos, conseguindo agregar os documentos de séries iguais e separar miraculosamente os documentos distintos mesmo que tenham assuntos iguais.
    A análise tipológica traz ao acervo uma melhor organização e separação por gênero e espécie. Estruturalmente o fundo torna-se melhor organizado dentro da visão arquivística.

    ResponderExcluir
  19. thiago silva ferreira - 10/004104325 de mai de 2012 22:23:00

    A) primeira: http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/documentos-da-nossa-ditadura.html#comment-form

    segunda:
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html#comment-form

    terceira:
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/o-que-e-o-que-e.html#comment-form

    B)São todas relevantes pois com elas pude aplicar a teoria da sala, na pratica, serviram para reforçar o conteúdo.

    C)Respondendo a letra c da atividade, minhas reflexões foram a expressão do que eu considerava como certo a partir da minha compreensão do que me foi exposto. Colocando de modo escrito foi possível perceber alguns erros no meu próprio raciocínio mas mais do que isso observar como os colegas de sala pensavam me deu uma nova perspectiva e portanto uma nova compreensão. Mais do que minhas próprias reflexões poder observar a dos outros me ajudou nessa compreensão dos princípios.

    D)Como exaltado na resposta do item, observar as repostas de outra pessoas pode te dar uma nova perspectiva e portanto mudar sua compreensão inicial.

    2. http://bibliotecaarquivistica.blogspot.com.br/2012/05/diplomatica-e-tipologia-em-acao.html

    3 Uma das tarefas essências de um arquivista é realizar a organização do arquivo de modo que seus documentos possam ser reencontrados. Para tanto é necessário uma serie de conhecimentos,entre eles o da tipologia que nos da uma visão de como se deve lidar, refletir, e optar pelo melhor maneira de se organizar esses acervos. Creio que essa seja sua função nos preparar para o que vamos encontrar.

    ResponderExcluir
  20. Nome: Juliana Lima de Sousa 10/0032826

    1)
    a)Comments:

    1° - http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html - 04 de maio de 2012 às 16:24 - Anônimo (Juliana Lima) – entre o comment de Yuri e Pollyanna.

    2° - http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html - 05 de abril de 2012 às 12:53 – Anônimo (Juliana Lima) – entre o comment de Raíza e Nathaly.

    3° - http://classificaem020.blogspot.com.br/2012/05/ola-queridos-colegas-com-base-nofilme.html - 20 de maio de 2012 às 13:30 – Juliana Lima – depois do comment do Renan.

    b)Considero esses comments como os mais relevantes já que coloquei em prática o que aprendi com as aulas e discussões de Diplomática e Tipologia, mas não significa que meu ponto de vista esteja correto, ou seja, engessado. Acredito que coloquei pontos importantes nas análises propostas. Desde que comecei as aulas vi a complexidade em analisar um documento e chegar a um consenso sobre o que ele é e qual sua função. Através das idéias dos outros colegas é possível observar que todos acrescentam quando esse é o assunto, acrescentando seus pontos de vista e fatos do cotidiano.

    c)Levando em consideração que em minhas contribuições tomei como base autores que são consagrados na área tentando observar suas propostas de análise, além das aulas apresentadas, acredito que muitos pontos de vistas essenciais foram citados e que isso possa auxiliar na minha formação intelectual e em meu crescimento a respeito do tema. Mas, não podemos esquecer que nada é inflexível e devemos observar os vários pontos de vista para conseguir ou tentar ter uma visão ampla do que esta sendo apresentado. Quando formada em Arquivologia, espero colocar os conceitos apresentados para melhor descrever e classificar os fundos e séries da instituição que estiver trabalhando.

    d)Como tentei colocar de forma clara o que entendi sobre os conceitos, creio que facilitará para outras pessoas interessadas no assunto a observação, através de exemplos, da aplicação e função da Diplomática e Tipologia no cotidiano de um arquivo ou até mesmo na vida de uma pessoa. Já que são abordados assuntos quanto à autenticidade e veracidade de um documento, além de características internas dele.

    2) A atividade que mais gostei no blog A Morte do Arquivo Morto foi a “O tratamento dos documentos a luz da Ciência da Informação”, onde acredito que represente bem uma análise de documento.

    Link da atividade: http://amortedoarquivomorto.blogspot.com.br/2012/04/v behaviorurldefaultvmlo_24.html#comment-form

    3) Observando que a tipologia estuda a função que o documento tem dentro do arquivo, acredito que ela ajude muito nas atividades desempenhadas por um arquivo, já que considera pontos de vista como a função administrativa e arquivística; espécie documental; legislação pertinente; produtor; ordenação; acesso; etc. É um grande problema pensar em analisar um documento sem as informações adquiridas através da tipologia e ordená-lo para almejar a recuperação da informação.

    ResponderExcluir
  21. 1) http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html#comment-form
    Isabella Ribeiro 10/001308207/04/2012 13:37:00
    2) http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html
    Isabella Ribeiro 10/00130823 de maio de 2012 19:15
    3) http://classificaem020.blogspot.com.br/2012/05/ola-queridos-colegas-com-base-nofilme.html#comment-form
    Isabella Ribeiro 10/001308211 de maio de 2012 18:45 – 1º comentário
    O primeiro coment que a monitora propôs sobre duas fotos com ângulos diferentes aborda um tema muito discutido em sala de aula, a função arquivística que cada foto tem e como vimos, à análise diplomática e tipológica nos auxilia a identificar o que é ou não um documento de arquivo e também afirmar se um documento é ou não autêntico. O segundo coment aborda a questão de autenticidade e veracidade que um dos grupos sugeriu. Achei meu post relevante, pois afirmei que o documento proposto não é autêntico e nem verídico por não ter passado pelos trâmites legais do processo. O documento, então é falso. Um dos temas abordados em sala de aula: autenticidade e veracidade. Conclui que para afirmar que um documento é falso é preciso realizar uma análise diplomática (suporte, formato, forma, códigos, sinais, imagens) para tentar descobrir isso. E o mais importante de tudo é ter familiaridade do documento para não passar dores de cabeça como as pessoas do rock in rio passaram. E por fim o terceiro comentário também fala sobre autenticidade e veracidade onde o falso médico burlou toda a burocracia do hospital e criou um documento falso.
    Como no blog a linguagem não precisa ser tão rebuscada acho que uma pessoa que não seja da área entenderá o que foi escrito e saberá dizer um pouco sobre autenticidade e veracidade, por exemplo.
    Os meus comentários foram relevantes para entender o que realmente a diplomática atua. Percebi que é preciso fazer uma análise tipológica para saber onde o “documento X” irá ser arquivado. Com essas atividades posso aplicar na prática esse conhecimento e assim podemos ver o que a arquivologia trabalha de fato. É preciso ter familiaridade com a maior quantidade possível de documentos para ser mais fácil o tratamento.
    Atividade em grupo:http://amortedoarquivomorto.blogspot.com.br/2012/04/v-behaviorurldefaultvmlo_24.html#comment-form
    A importância clássica dos estudos de tipologia é conseguir diferenciar séries documentais e conseguir ter uma organização dentro do arquivo. Como já disse a tipologia trata da função arquivística e é com essa função que saberei, por exemplo, em que série documental poderá arquivar. A diplomática estuda os caracteres externos, as informações “individuais” o documento como único. Já a tipologia estuda esse mesmo documento em um contexto tipológico, em uma série arquivística. Facilitando o acesso a informação.

    ResponderExcluir
  22. Mariana Nascimento25 de mai de 2012 22:24:00

    1)a) -http://www.diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form
    autenticidade a flor da pele – entre comentário da Serenna e do Blener
    Mariana Nascimento – 02/05/2012 14:48:00

    -http://www.diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/o-que-e-o-que-e.html#comment-form
    O que é o que é? – entre comentário da Raíza e da Karla
    Mariana Nascimento – 30/03/2012 19:36:00
    -http://www.diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/documentos-da-nossa-ditadura.html#comment-form
    Documento da Ditadura... – entre comentário da Marina e da Pollyanna
    Mariana Nascimento – 27/03/2012 22:38:00

    b)- A atividade sobre autenticidade a flor da pele é vinculada ao blog Rock, Memória e História, feita por um de nossos monitores. Em minha opinião, acredito ser uma atividade interessante pois está vinculada à nossa realidade. A falsificação de ingressos de shows é tão frequente em nosso dia a dia que eu não imaginava que através de uma análise mais minuciosa poderiamos entender sua importância para o meio acadêmico.
    - A atividade “o que é o que é” é uma das mais interessantes para mim. Primeiramente por foi criada logo no início do nosso curso, dando o ponta pé inicial para os nossos estudos sobre a diplomática. É importante também pois entendemos melhor a relação de informação e documento, onde documentos com suportes distintos podem abrigar a mesma informação.
    - A atividade sobre o documento da ditura foi interessante, pois podemos entender o que os nossos colegas pensavam até aquele ponto do curso. A idéia de sugerirmos documentos aos nossos colegas foi realmente criativa, possibilitando então comparar e relacionar nossas idéias posteriormente.
    c)– Esse primeiro comentário foi interessante para mim pois pude entender melhor a questão da autenticidade e veracidade, já que estava com dúvidas no início. Pegar um exemplo prático e real e aplicá-lo nessa questão abordada foi um fato extremamente positivo em meus estudos. O link que pude fazer entre a diferença das duas vertentes (autenticidade e veracidade) possui grau alto de satisfação para mim. Quando entendi autenticidade e veracidade, pude perceber que são pontos importantes na hora que se analisa documentos. Entender se aquilo que está escrito realmente aconteceu e se representa uma história real se tornou uma das funções do arquivista. Além disso, ensina a prestar uma melhor atenção em sinais de validação, assinaturas, fotos, ou melhor dizendo, prestar atenção em caracteres internos e externos. Concluo então que o exercício foi de extrema importância para mim pois compreendi melhor uma das funções do arquivista na sociedade.
    - Esta atividade é relevante no mundo da arquivologia, pois mostra que uma mesma informação pode ser registrada em diversos suportes diferentes. Diferenciando então documento de informação, pontos essenciais do nosso curso.
    - Esse ultimo comentário é de extrema importância para entendermos a diferença entre documentos históricos, diplomáticos, jurídicos e administrativos. Possibilitando então a compreensão de suas diferenças, sabendo que um não exclui o outro. É necessário seu entendimento no mundo da arquivologia, pois pude entender que o Arquivista precisa ter visão ampla e conhecer diversos tipos de documentos que pode ser trabalhados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariana Nascimento25 de mai de 2012 22:25:00

      continuação...
      d) – Essa atividade pode indicar uma das vertentes que a Arquivologia trabalha. Quando comento sobre características que podem ser identificadas se prestamos melhor atenção nos ingressos, um leigo poderá facilmente entender que esta é uma disciplina de nossa área. Facilitando então um conhecimento mais amplo no âmbito de documentos falsificados.
      - Essa atividade é importante também para que os leigos entendam quais são os pontos primordiais que estudamos na Arquivologia. Suporte, gênero e formato são características que aprendemos logo que entramos no curso. Além da diferenciação de documentos e informações, já que não é todo documento que possui informação.
      - Essa ultima atividade é importante pois distingue alguns tipos de documentos, possibilitando então a visão dos tipos de documentos que vamos trabalhar. Ajuda também na diferenciação do nosso curso em relação aos de historia e da administração.
      2) http://classificaem020.blogspot.com.br/2012/05/explorando-o-hulk.html
      3) Em minha opinião, o estudo da tipologia é de extrema importância para relacionarmos as espécies contidas em um arquivo com as suas respectivas funções arquivísticas. Assim, facilita na hora de entender o motivo da criação dos documentos, sua tramitação e porque ele está indo para o arquivo. Possibilitando uma ideia para se criar um plano de classificação e uma tabela de temporalidade, com finalidade de dar acesso a esses documentos.

      Excluir
    2. Mariana Nascimento de Medeiros
      Matrícula: 10/0036147

      Excluir
  23. Camila Silva Gomes25 de mai de 2012 22:25:00

    O primeiro comentário mais relevante que eu escolhi foi:
    a) http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form ( Camila Silva Gomes Dia 04/05/2012 ás 10:49)
    b) Escolhi esse comentário, pois de início eu ainda não tinha compreendido ao todo como se faz para identificar um documento falso de um verdadeiro, claro que isso varia de documento para documento, mas eu li o texto com afinco para produzir um bom comentário.
    c) A reflexão desse texto da durante me fez repensar melhor os conceitos diplomáticos e como isso pode nos ajudar no caso a identificar um documento falso.
    d) Acredito que qualquer comentário meu ou de meus colegas, por termos uma visão mais geral e menos formal do assunto, pessoas leigas na matéria arquivística possam compreender melhor.
    O segundo comentário escolhido foi
    a) http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html#comment-form (Camila Silva Gomes, Dia 13/04/2012 ás 18:01)
    b) Escolhi esse, pois essa atividade me mostrou realmente como nossos olhos, e uma imagem sem contexto pode nos enganar, já que de início pensei que era um bolo de chocolate e na verdade eram finas camadas de componentes de titânio.
    c) A reflexão sobre a imagem e seu verdadeiro significado me ajudou a compreender melhor a necessidade de não apenas possuir o documento, mas também que esse documento deve estar em seu contexto.
    d) Acredito que essa atividade nos mostra como ainda somos leigos, acredito que uma outra pessoa pensaria a mesma coisa que muitos dos meus colegas e que apenas com os nossos comentários não conseguiria realmente entender do que se tratava a imagem.
    O terceiro e ultimo escolhido Foi:
    a) http://arquivomania.blogspot.com.br/search?updated-max=2012-05-17T10:49:00-07:00&max-results=5 (Camila Silva Gomes)
    b) Esse post foi especial pra mim pois de tanto o professor falar, e passar tarefas, nessa eu realmente consegui compreender a diferença de autenticidade e veracidade e acho que nunca mais vou esquecer.
    c) Como falei com essa atividade e com as aulas do professor eu realmente consegui aprender a diferença entre os conceitos como também consegui aplicar eles nas ativades.
    d) Acredito que pessoas leigas no assunto conseguiriam com mais facilidade e mais rapidamente o que é autenticidade e veracidade lendo esse post, pois creio que eu realmente aprendi e não gravei o conceito.
    2) A atividade em grupo que escolhi que na minha opinião melhor identifica a diferença entre diplomática e tipologia é: http://arquivomania.blogspot.com.br/2012/05/modelos-tipologicos.html pois vimos repetitivamente desde a primeira aula, muita descrição diplomática como exemplos: em um dos primeiros dias de aula o professor distribuiu vários objetos e nos pediu para fazer uma análise diplomática, e essa atividade foi a primeira atividade voltada mais principalmente para a análise tipológica.
    3) Ao meu ver a importância tipológica na arquivística está nessa idéia de que devemos analisar o documento no contexto que ele está inserido, e não apenas o documento em si.
    matrícula: 10/0008836

    ResponderExcluir
  24. Minhas três melhores atividades:
    1. Nathaly Rodrigues 05/04/2012 as 15:15:00
    Entre os comentários de Juliana Lima e Kelen Gonzalez http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html#comment-form
    2. Nathaly Rodrigues 07/04/2012 as 12:37:00
    Entre os comentários do Profº. André e de Mina Iha
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html#comment-form
    3. Nathaly Rodrigues 30/03/2012 19:39:00
    Entre os comentário do Maurício de Araújo e de Náthalli Campelo
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/o-que-e-o-que-e.html#comment-form

    Cada uma das atividades acima foram muito importantes para o meu crescimento na área. Cada apresentou assuntos com focos diferentes, e com a evolução do semestre cada atividade possibilita uma sua contribuição mais rica e reflexões sobre os temas falados em sala de aula. A primeira postagem apresentou uma situação comum que acontece normalmente com todos nós, quando uma foto disponibilizada na internet e por motivos pessoais nos “salvamos como”, e às vezes quando não gostamos de algo alteramos (recortar, escurecer, etc.). A partir dessa situação verificamos que nada imagem terá uma contextualização arquivística diferente de acordo a sua função desempenhada em cada arquivo, ou seja, a análise tipológica não será a mesma. Já a segunda e a terceira atividade, foi uma grande surpresa para mim, pois era muito difícil identificarmos o que era exatamente o que estava na fotografia, isso deixou claro para mim, que analisar uma parte sem saber o que a envolve nos possibilita várias interpretações, como por exemplo, a figura da segunda postagem parecia uma rocha, outros amigos acharam que era chocolate, e enfim era uma lâmina de titânio, nessa atividade fica clara como a análise tipológica é importante ao analisar um documento de arquivo.
    Essas atividades contribuíram na compreensão dos princípios arquivísticos, primeiramente o princípio da proveniência (ou respeito aos fundos) está diretamente ligado à analise afinal o documento é produzido por um organismo a partir de suas atividades, é necessário entender por que esse documento foi produzido, por quem, para quê. Já o princípio da ordem original discorre sobre o documento manter a ordem em que foi produzido e deve ser mantida para desempenhar/complementar a sua função. Para aqueles que visitam o blog, essas discussões podem influencias a pensar de outra maneira concordando/discordando das opiniões apresentadas sobre os temas abordados na Arquivologia.

    No blog do meu grupo a atividade: http://classificaem020.blogspot.com.br/2012/04/evolucao-do-dinheiro-no-brasil.html, fala sobre a análise diplomática da cédula e contextualiza essa nota no arquivo. A diplomática irá analisar o documento, a tipologia o documento no contexto do arquivo em que está inserido. Essas análises possibilitam a elaboração de instrumentos para fazer a gestão documental, um exemplo disso é quando analisamos a série, nos arquivos evita a classificação por assuntos que possibilita ambiguidades.

    ResponderExcluir
  25. 1.
    a)
    1)Parceria e contribuição:
    Data/horário do comentário: 18/05/2012 13:08:00 no blog diplomática e tipólogia documental e no blog classifica 020 às: 18 de maio de 2012 09:07
    2)será que é?:
    Data/horário do comentário: 08/04/2012 19:44:00
    3)lá vamos nós...:
    Data/horário do comentário: 12/04/2012 15:58:00
    b) "parceria e contribuição" - Seria relevante por ter sido uma contribuição voluntária de um grupo da turma e porque também envolve uma situação cotidiana, onde poderíamos estar vivenciando uma aplicação diplomática no nosso dia a dia.
    "será que é?" - Relevante por haver instigado nossa reflexão, argumentação a partir de um objeto desconhecido e em meio aos debates levantando questões quanto a sua autenticidade e outros.
    "lá vamos nós" - Relevante por haver também instigado o debate por meio da dúvida, se a foto havia sofrido algum tipo de interferência e como isso haveria ocorrido em um século tão distante, levantando questões sobre a suposta alteração e discutindo suas características diplomáticas.
    c) Por meio da análise do documento postado pelo grupo "classifica 020" foi possível melhor compreender a importância de um documento ser gerado e autenticado por um órgão competente para evitar transtornos, prejuízos não só para os profissionais da área como também para os cidadãos envolvidos em todo este processo (desde a criação do documento até a prestação de serviços à sociedade).
    Por meio da análise do documento postado na atividade "será que é?", foi possível compreender que para sabermos se o documento é fidedigno, o contexto deste, deve ser também compreendido para ser capaz de sustentar os fatos que atesta ou até mesmo ser tido como autêntico, contudo este fator é dificultado muitas vezes devido a dissociação da imagem ao seu órgão produtor, impossibilitando as vezes a reconstituição de sua organicidade.
    Por meio da análise do exercício "lá vamos nós", foi possível compreender que a parcialidade de uma equipe técnica ou de pessoas específicas aplicadas em um trabalho de seleção de documentos, pode interferir no seu contexto arquivístico, podendo prejudicar a sua organicidade e interferindo inclusive em sua capacidade de sustentar os fatos ao qual se refere.
    d) Pelo fato das atividades e dos comentários estarem muitas vezes relacionados com os acontecimentos que ainda fazem ou fizeram parte de nossa realidade e por estarem embasados teoricamente, abordando os conceitos e explicando-os, acredito que haveria a possibilidade de pessoas que não são da área entenderem muitos dos conceitos aboradados.
    2. Análise de materiais não convencionais- atividade da Laila:
    3. Para a arquivologia o contexto do documento é importante para que o documento tenha as características, muitas delas citadas na questão 2 letra C, que a façam ser um documento arquivístico e assim, possam exercer suas funções. A tipologia, então seria de suma importância por ampliar a análise diplomática e por não só estudar o documento, mas também os documentos envolvidos em seu contexto arquivístico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Roseane Mina Iha - Matrícula 10/0039928
      obs:acredito que ocorreu algum erro com os endereços dos links no momento da postagem, por isso segue em anexo os links:
      1.
      a)
      1)Parceria e contribuição:
      http://www.diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/05/parceria-e-contribuicao.html
      2)será que é?:
      http://www.diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html
      3)lá vamos nós...:
      http://www.diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html
      2.
      Análise de materiais não convencionais- atividade da Laila:
      http://www.dtdex.blogspot.com.br/2012/05/analise-de-materiais-nao-convencionais.html

      Excluir
  26. 1)
    a)
    1° Atividade: EXTRA! EXTRA! EXTRA! (Cíntia)
    URL: http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html#comment-form
    Data: 05/04/2012
    Hora: 20:57
    Número:14° Entre o comentário do Renan e do Flávio;
    2° Atividade: Autenticidade à flor da pele URL: http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form
    Autor: Leonardo
    Data: 04/05/2012
    Hora: 14:31
    Número: 28° Entre o cometário da Lara e da Patti;
    3°Atividade: Será que é?
    URL: http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html#comment-form
    Data: 12/04/2012
    Hora: 23:19
    Número: 17° Entre o comentário da Joana e do Flávio;

    b) Considero-as relevantes pois me instigaram a buscar mais informações sobre o que estava sendo proposto, fazendo com que eu tirasse tempo para ler textos, buscar informações em sites e ler os comentários dos colegas que são ricos e informações, e possibilitam um melhor entendimento sobre o que está sendo analisado. Também considero relavantes, pois possibilitaram uma maior reflexão, e melhor entendimento sobre o papel que o Arquivista tem de investigar informações nos registros provas de uma ação ou informações que são relevantes.

    c) As contribuições desses comentários geraram em mim reflexões sobre o que venho aprendendo em outros semestres, e os novos conhecimentos aprendidos nas aulas de diplomática, entre eles: identificar o que é o produtor do documento, saber que o contexto histórico do documento exerce grande função na interpretação do documento, saber a diferença entre formato e forma, saber o que é o gênero, autenticidade, veracidade para a diplomática, entender que a diplomática analisa os documentos isoladamente, enquanto a tipologia analisa arquivisticamente os documentos a parir de um conjunto de documentos que estão em um arquivo, entender a importância do princípio da proveniência, que sempre era exposto nos manuais de Arquivologia, entre outras contribuições. Também considero como importante reflexão, a de que na universidade pesquisar e correr atrás do que você deseja é de suma importancia para se obter sucesso.

    d) O potêncial que minhas reflexões sobre o meu melhor entendimento dos princípios arquivísticos tem para que outras pessoas possam melhor entender os princípios da arquivologia, está ligada a busca por maiores informações e as contribuições que a diplomática e tipologia documental possuem para os arquivos, também considero que minha reflexão sobre dar maior atenção, e dedicar-se mais aos textos da área.

    2)
    URL: http://www.dtdex.blogspot.com.br/2012/05/analise-de-materiais-nao-convencionais.html

    A atividade de análise de documentos não convencionais me proporcionou uma melhor diferenciação sobre o objetivo da diplomática, que é de analisar o documento isoladamnete e que tipologia analisa arquivisticamnete os documento a partir de um conjunto de documentos que estão em um arquivo.

    3)
    O estudo prático da tipologia nos ajuda a entender que dependendo do arquivo, os documentos podem estar organizados de uma maneira que atenda as demandas da instituição, também é possível identificar o trâmite da documentação, seu contexto, e inclusive auxiliar na produção de um plano de classificação, que posteriormente auxiliarão no acesso aos documentos e na classificação deles.

    ResponderExcluir
  27. Jéssyca Cardoso Silva 10/0054528
    a) 1. Será que é? http://www.diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html Jessyca Cardoso (n° 21), Data: 13/04/2012, Hora: 09:39.
    2. Extra Extra Extra! http://www.diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html Jessyca Cardoso (n°7), Data: 05/04/2012 Hora: 11:09.
    3. Autenticidade flor da pele http://www.diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form Jessyca Cardoso (n° 9) , Data: 03/05/2012, Hora: 13:07
    b)Considero a nº 1 relevante porque com ela pude perceber que realmente as coisas nao são o que parecem ser. A nº 2 porque coloquei em pratica meu conhecimento sobre função administrativa e arquivística e a nº 3 porque nela expressei o conhecimento obtida em sala (ótima aula) sobre autenticidade e veracidade.
    c)Nas minhas reflexões expus o que absorvi nas aulas, elas contribuem muito porque é o espaço que temos para expressas o que aprendemos em aula.
    d)Considero minhas reflexões boas, pois nelas pode-se ter uma base de princípios da arquivologia de modo mais didático, onde se tem questões na prática que facilita o entendimento.
    2-Atividade análise de carta enviada à Marilyn Monroe http://arqui-educa.blogspot.com.br/2012/05/analise-de-carta-marilyn-monroe.html Data: 18/05/2012

    3-A tipologia ajuda a entender melhor o documento, o porque que está no arquivo, sua função, seu tramite, sua legislação, o objetivo de sua criação, a sua relação com outros documentos. Com a tipologia pode-se estrutura melhores instrumentos, como a tabela de temporalidade, sendo mais eficaz e eficiente.

    ResponderExcluir
  28. A) http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form (04/05/2012 11:20:00)

    B)http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html#comment-form (12/04/2012 21:28:00)

    C)http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html#comment-form (13/04/2012 17:50:00)

    2- A importância das postagens podem ser observadas pela analise dos documentos que foi proposto nas atividades. Tentei falar um pouco sobre os procedimentos de análise dos documentos que devem ser minuciosos para a observância dos aspectos de autenticidade e veracidade, na qual função desse documento que desempenha .

    3- A contribuição foi em rever conceitos da diplomática e tipologia na arquivologia. Os procedimentos de análise tipológica e diplomática tornam-se necessários para a concepção de que os documentos são fontes substanciais para as pessoas recuperem a informação desejada e também para ser de uso comprobatório, histório e entre outros aspectos.

    4- As reflexoes foram baseadas nas aulas do professor e também pelos textos propostos. Nas atividades, as postagens foram baseadas em análise diplomatica e tipologica dos documentos de acordo com o seu contexto na atividade. Outras pessoas partindo das ideias minhas e baseando nos autores da area poderá comparar e enteder melhor alguns aspectos teoricos da arquivologia. Com isso, outras pessoas poderá relacionar a minhas ideias e a delas para formar outra opinião mais exclarecedora para uma eventual resolução de alguma questão.

    5- http://equiparq.blogspot.com.br/2012/05/herr-commandant.html

    6- A importancia da tipologia é a melhor compreenção dos documentos de acordo com o contexto que está inserido. Com isso, proporcionará uma melhor organização do acervo nos arquivos. Proporcionando colocar os documentos juntos de acordo com sua característica.

    ResponderExcluir
  29. Dyenison Pereira - 100049281


    1 -
    atividades:
    1 atividade individual sobre baseado no blog de semestre passado: atividade de autenticidade: diplomatica e muito rock
    2 atividade no blog do grupo daidos por estagio
    3 - atividade fotos do trotsky
    obs: todas postagens do próprio blog.
    a)
    1 - http://posdiplomatica.blogspot.com.br/2012/05/atividade-de-autenticidade-diplomatica.html
    2- http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html - 6 de maio de 2012 22:36 Dyenison Pereira

    3- http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html#comment-formDyenison pereira 11/4/2012 11:52


    b)
    atividade 1 - relevante pois contribui para fixação do conteúdo por explanar o texto estudado na displina além de demonstrar um caso inusitado em que se pode aplicar a nálise diplomatica.
    atividade 2 - relevente pois fixou a ideia de autenticidade tão importante ara o estudo diplomatico
    atividade 3 - relevante opis ajuda a entender o contexto em que se dá alterações de importantes documentos e peara analisar mais criticamente um documento
    c ) as contrubuições podem ajudar nas reflexões da arquivologia principalmente por trabalhar conceitos com a realidade baseado numa interprtação mais ampla e basedado nos textos arquivisticos
    d) por contextualização e abramngência de aspectos pelos tetextos lidos pode -se ter uma compreensão ampla do conteudo.
    2 - http://posdiplomatica.blogspot.com.br/2012/05/diplomatica-e-tipologia-em-acao.html
    3-extremamente importante para feitura de instrumentos e melhor gestão documental de modo geral dentro de uma organização. menor perca de informação consequentemente.

    ResponderExcluir
  30. 1. a) Escolha dos post:
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html#comment-form 12/04/2012;18:00

    http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html#comment-form ; 04/05/2012 ;13:58

    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html#comment-form; 05/04/2012; 12:31

    b) Cada um dos post escolhidos fazem parte de uma formação do aprendizado que tivemos até o presente momento a respeito da diplomática e tipologia documental.

    c) e d) O uso de conceitos arquivísticos, a assimilação desses conceitos e as relações estabelecidas entre cada um deles está ligada a cada exercício,nos integrando cada vez mais nesse universo da Arquivologia. Esse é o intuito de cada post desenvolvido.

    2. http://www.arquivomania.blogspot.com.br/2012/05/como-identificar-se-o-ingresso-que-voce.html

    3. A tipologia é importante para se analisar todo o contexto que a documentação em questão está inserida. Ela define o qual função que cada documento integra,trantando assim ele individualmente.

    Matrícula: 10/0019790

    ResponderExcluir
  31. Pollyanna Lorena - 10/001941225 de mai de 2012 22:31:00

    1. Autenticidade flor da pele http://www.diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form Pollyanna Lorena (n° 31) , Data: 04/05/2012, Hora: 16:51

    2. Daidos por Atividade
    http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html Pollyanna Lorena (n°11), Data: 04/05/2012, Hora: 10:24

    3. Parceria e Contribuição – Classifica em 020
    http://classificaem020.blogspot.com.br/2012/05/ola-queridos-colegas-com-base-nofilme.html Pollyanna Lorena (n° 09), Data: 15/05/2012, Hora: 10:55

    Porque considero essas atividades importantes?

    Considero essas atividades relevantes, pois todas elas nos incentivaram a saber mais sobre a autenticidade e veracidade dos documentos, sempre nos instigando a saber qual a origem de determinado documento, como fazer para se prevenir de algum tipo de falsificação, nos ensinou a identificar quando um documento é falso. Pois de acordo com o texto da Luciana Duranti ela fala que se analisarmos cuidadosamente um documento arquivístico, descobrimos que hà muito mais que um simples suporte, uma forma ou um conteúdo. Essas atividades em minha opinião foram às melhores, pois aprendemos de verdade como lhe dar com esse tipo de situação.

    Reflexão das minhas Respostas:

    Acredito que minhas reflexões foram bastante colaborativas, pois em todos os meus comentários fiz referências sobre autores, e isso ajudou bastante a contribuir com as minhas idéias. As análises documentais das atividades sobre autenticidade e veracidade é muito importante para os princípios da arquivologia, pois temos sempre que saber qual a origem de tal documentação, se é verdadeira ou não e de acordo com meus comentários acredito que eles foram relevantes para uma outras pessoas entenderem como devemos agir ao identificar um certo documento.

    Melhor atividade que exemplifica diferença entre Tipologia e Diplomática:

    http://arqui-educa.blogspot.com.br/2012/05/analise-dos-marcadores-de-pagina-aula.html

    Qual é a importância prática dos estudos de tipologia para a organização de arquivos?

    Acredito que o estudo da tipologia seja importante para organização dos arquivos para entender melhor a sua relação com os documentos, serve para identificar as características gerais de um documento, e dessa forma aprendemos melhor a organizar um acervo arquivístico.

    ResponderExcluir
  32. a) http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html?showComment=1334071102070#c5864291992995613680
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/documentos-da-nossa-ditadura.html?showComment=1333123058481#c5745929526596015249

    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html?showComment=1334280060023#c3229307761354959950

    Considero essas atividades as mais relevantes, pois com a realização delas pude assimilar melhor o conteúdo dado em sala e os textos utilizados como base. Acredito que tais reflexões contribuiram para um melhor entendimento dos princípios de tal forma que hoje posso compreender melhor tudo o que o documento representa e suas funções, através da análise dele tipológica e diplomática. Espero que minhas idéias expostas possam sim colaborar para o entendimento de outras pessoas, que elas possam adquirir novos conceitos ou aprimorar, pois cada atividade de certa forma é desenvolvida para termos um debate,uma troca de idéias. Em minha opinião a atividade que melhor exemplifica diplomática e tipologia é a Ciência Agora: http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/diretoria-de-acompanhamento-e.html
    Nessa atividade podemos ver de forma bem claro a diferença entre diplomática e tipologia, onde a primeira análisa o documento em si, individualmente, e segunda análisa no contexto em que ele está envolvido, sua função na instituição. A tipologia na organização do arquivo é essencial para uma melhor compreensão do documento em seu contexto, dando uma visão mais ampla de como realizar a organização do fundo na prática e faciltando na hora da pesquisa.

    ResponderExcluir
  33. 1) http://classificaem020.blogspot.com.br/2012/05/ola-queridos-colegas-com-base-nofilme.html#comment-form 14 de maio de 2012 06:13 Karla
    2) http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html#comment-form 12/04/2012 15:35:00 Karla
    3) http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/documentos-da-nossa-ditadura.html#comment-form 02/04/2012 16:15:00 Anônimo – Karla Camila 09/98630

    b) A atividade 1 considero a mais relevante, pois nela tive que desenvolver uma atividade tipicamente arquivística, que foi fazer uma pesquisa na legislação da área médica, conhecer algumas tipologias documentais usadas nesses arquivo especializado, e aplicar os conhecimentos na análise da fraude, descobrindo em que parte do tramite dos documentos pode ter havido a falha que possibilitou a ocorrencia da fraude pelo médico, permitindo que o mesmo atuasse com os documentos falsos. Identificar os critérios de validação dos documentos apresentados pelo médico, e como poderia ter sido feita uma análise da autenticidade dessa documentação.
    Na atividade 2 tivemos contanto com documentos de arquivo chamados imagéticos, nos deparamos com a dificuldade de aplicar os modelos de análise diplomática e tipológica conhecidos até então em documentos desse tipo. A mudança do suporte, a falta de elementos como emissor, produtor, função administrativa trouxeram um novo desafio, que com ajuda dos textos pudemos conhecer um pouco sobre a conceituação arquivística de documentos fotográficos, outros modelos de análise, com o DIGIFOTOWEB, que formula uma análise específica para acervo fotográfico, a conceituação arquivística de documentos fotográficos, e a problemática da finalidade da produção documental e interpretação de conteúdos na organização arquivística de documentos imagéticos, com o texto Razões e Sentidos.
    Na atividade 3 fizemos uma análise de documentos segundo o texto de Mariano Ruiperez, defindo a partir do contexto de criação do documento, se ele é um documento diplomático, jurídico, notarial ou histórico. Pudemos conhecer um pouco da visão arquivística em outros países.




    c) As análises dos documentos que fizemos nas atividades contribuíram para uma melhor compreensão da teoria arquivística, pudemos perceber que a teoria nem sempre vai se aplicar ao nosso contexto, e com os textos utilizados pudemos conhecer novas ferramentas, inclusive questioná-las, e estudar formas de adaptação para a nossa realidade. A prática da atividade arquivística nos exercícios nos permitiu um contato direto com a realidade de acervos que não se encaixam nas definições teóricas da arquivologia, e que precisam continuar sendo alvo de nossa pesquisa para aprimoramento da teoria e de nossa formação profissional.

    d) Nas atividades tratamos de um assunto de cada vez, citando os textos dos assuntos que usamos para nossa reflexão e nossa opinião em alguns casos. Também é possível notar nossa evolução na teoria a cada atividade, um leigo pode acompanhar nossas discussões e construir um conhecimento passo a passo, como foi o nosso, nossas postagens refletem nosso momento de aprendizado, onde usamos exemplos dos colegas, notícias do dia a dia, e casos hipotéticos que podem ser compreendidos por qualquer interessado na área, ainda que com pouco conhecimento de arquivologia. Os princípios estão explicitados em cada postagem, com exemplos, de forma sucinta, e contextualizados à relidade, o que facilita a compreensão.

    2) http://dtdex.blogspot.com.br/2012/05/analise-de-materiais-nao-convencionais.html

    3) Na organização de arquivos precisaremos conhecer o contexto de criação do documento, o propósito de criação, sua função administrativa arquivística, para extrairmos informações que serão usadas para registro, classificação, avaliação, descrição e facilitar o acesso, que é nossa função enquanto profissionais da informação. Ajudam também na caracterização da instituição, tornando possível no futuro remontar as atividades dela através dos documentos que ela produziu.

    ResponderExcluir
  34. Maurício de Araujo Matos - 10/0036821
    1 - http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html -
    05/04/2012 as 22:19 – Entre os comentários do Flávio Costa Santiago e do Victor Valente.
    Essa atividade em minha opinião teve importância no sentido de esta deixando claro que um documento aparentemente o mesmo, no caso uma fotografia de um evento que a monitora participou, pode ser completamente diferente dependendo do contexto, intenção e finalidade de criação do produtor. A fotografia que a princípio pertencia a pagina do professor Israel tinha uma finalidade, ao ser copiada e editada pela monitora Cíntia, passou a possuir um outra função completamente diferente, mostrando assim como e grande a dificuldade de se interpretar documentos imagéticos sem conhecer o contexto do mesmo.
    2 - http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html#comment-form - 13/04/2012 as 18:33 – Último comentário, depois do Thiago Silva Macedo.
    Essa segunda atividade veio meio que comprovar a primeira. Ao analisar a imagem sem nenhum recurso a não ser o que ela apresenta, ficou comprovado que não é possível se fazer uma análise eficiente de um documento, pelo menos não dá melhor maneira possível, sem conheça todo o contexto de criação, a finalidade, produtor e outros pré-requisitos que posso identificá-la para uma possível descrição e classificação. O que pra mim a princípio se parecia como uma pilha de papel velho envelhecido, aproximado por uma lente na hora da fotografia, ou com um rochedo, como o do gand canyon nada mais era do que uma fotografia de uma placa de titânio fotografada bem de perto. Isso prova mais uma vez o papel de relevância do arquivos, que ao mesmo tempo tem que ser crítico, analítico e imparcial, fazendo uma “desmontagem” do documento em si com o intuito de entender a realidade e o contexto que o mesmo foi criado.
    3 - http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html
    04/05/2012 as 17:49 – Entre os comentários do Wilton Borges e da Náthalli Campelo.
    Já a terceira e última atividade foi escolhida de maneira especial. Diferentemente das citadas anteriormente, essa ilustrava uma situação corriqueira do nosso dia-a-dia onde qualquer um de nós, alunos de diplomática ou não, poderíamos passa, sendo vitimas de golpes. Isso chamou atenção pelo fato de mostra como a análise do documento em si é de extrema importância não só como profissional mais como pessoa. Despertar esse lado crítico e analítico contribui não só no campo profissional e acadêmico, mas também no pessoal. Saber o que são os caracteres externos, e melhor ainda, como utilizá-lo, tenho certeza que contribuiu e muito para todos.
    C - Fazendo uma análise do que essas reflexões contribuíram para compreensão de princípios teóricos da Arquivologia, o que se nota e que o fato de estar sendo confrontado, e ao mesmo tempo sendo estimulado a racionar de maneira analítica e crítica, contribuiu para estar deixando claro qual papel desempenha a Ciência em si. Diferentemente das teorias que só ilustram o que a principio deve ser feito, o fato de estar fazendo análise tipológica e diplomática dos documentos, mostrou como é difícil essa função e despertou o interesse no sentido de estar indo em busca de novas ferramentas que possa auxiliar nesse processo.
    D – A análise contribui acredito que no mesmo sentido para nos acadêmicos. Com a lei de acesso da o direito a informação a todos, nada mais justo que os mesmo compreendendo do que se trata os documento de arquivo e de que forma eles podem contribuir para seu dia-a-dia.
    2 - http://amortedoarquivomorto.blogspot.com.br/2012/04/v-behaviorurldefaultvmlo_24.html#comment-form
    3 – A tipologia contribui no sentido estar melhor compreendendo a função do documento em si. Diante da realidade brasileira com a recente lei acesso que permite ao cidadão reivindicar o acesso aos documentos, e como conseqüência a informação. Além de poder observar a legislação pertinente ao documento.

    ResponderExcluir
  35. 1) Autenticidade a flor da pele.
    Murilo Coelho 04/05/2012 às 12h25.
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/autenticidade-flor-da-pele.html#comment-form
    Documento da ditadura. Murilo Coelho
    30/03/2012 às 01:28
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/documentos-da-nossa-ditadura.html
    Lá vamos nós. Murilo Coelho
    11/04/2012 às 22h38
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html

    Todas essas atividades contribuiram de certo modo com a mesma finalidade, pelo maior conhecimento e por uma
    aprendizagem mais requintada de diplomatica e tipologia documental. Por exemplo, na atividade "Autenticidade
    a flor da pele" vê-se o aprofundamento do estudo da diplomatica, estudando os caracteres internos e externos
    de um documento; na segunda atividade,"documento da ditadura", obtivemos uma analise de diversos documentos,
    estudando, de acordo com o 1.1 capitulo de Mariano Rui, se o documento é histórico, notorio, administrativo, etc.;
    e também na terceira atividade, "lá vamos nós",nos leva a refletir a alteração de um documento que nos traz muitas duvidas
    quanto à sua autenticidade e veracidade: as fotos.

    2) http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/diretoria-de-acompanhamento-e.html
    Essa atividade que fiz juntamente com meu grupo, ao meu ver, exemplifica melhor as diferenças entre
    diplomatica e a tipologia documental.
    A diplomatica analisa, por exemplo, o documento em si, suas caracteristicas, como foi visto na analise documental do DAIA.
    E a tipologia analisou o trâmite de toda a massa documental, suas espécies, sua função no arquivo do DAIA, etc.

    ResponderExcluir
  36. 1
    a) - Renan Viana de Araujo 12/04/2012 23:16:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html?showComment=1334283398601


    - Renan Viana de Araujo 05/04/2012 18:02:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html?showComment=1333659779637


    - Renan Viana de Araujo13/04/2012 12:54:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html?showComment=1334332457806


    b)

    - O primeiro comment citado faz referência a atividade sobre documentos imagéticos, considero relevante pois essa atividade juntamente com o texto do professor Andre Ancona me fez entender melhor as peculiaridades de documentos imagéticos. Achei interessante essa atividade também por retratar um momento histórico muito importante e que causou muita discussão entre a turma pois cada um deu sua opinião de como as imagens foram alteradas, além também de levantar discussão quanto à autenticidade das fotos.


    - O segundo comment citado faz referência a atividade relacionada a um documento do acervo pessoal da monitora Cíntia. Achei relevante pois houve a oportunidade de ser discutido as finalidades da produção documental e as funções administrativas e arquivísticas das fotos do acervo. Pode-se perceber que apesar de as fotos serem aparentemente as mesmas, apresentam funções diferentes de acordo com o contexto que estão inseridas e com qual finalidade.


    - A terceira citação faz referência a atividade envolvendo uma imagem que ao certa ninguém conseguia afirmar o que era. Foi uma atividade bastante relevante pois pode-se observar que nem tudo o que parece realmente é. Até porque na aula anterior a esta postagem o professor Andre Ancona mostrou uma imagem que parecia um livro ou algo do tipo, mas quando mostrou a imagem inteira era na verdade um bolo. A reflexão dessa atividade foi extremamente importante para entender que o documento deve ser analisado em seu contexto e necessidade e que diplomática e tipologia documental não é bem mais complexo do que parece.

    c)Acredito que as opiniões de todas as pessoas são validas. Se as opiniões forem pertinentes ao tema e tiverem algum embasamento podem ser aproveitadas e podem contribuir para a compreensão de determinada questão e isso faz com que várias ideias sejam compartilhadas. A resposta do ´´item b)´´ completa a resposta desse item.

    d)As minhas reflexões podem ser importantes pois são fundamentadas em textos de autores conhecedores do tema e também porque a minha opinião pode ser a mesma e mesmo não sendo pode servir para a interpretação de novas ideias e compreensões a respeito de determinado assunto.



    2 ) Analise do chaveiro da espada frostmourne
    http://museudegradesnovidades.blogspot.com.br/2012/05/frostmourne.html

    e a atividade de investigação de documentos
    http://museudegradesnovidades.blogspot.com.br/2012/05/investigacao-documental-resultados.html


    3) o estudo da tipologia documental é extremamente importante pois exalta a configuração que assume a espécie documental de acordo com a atividade que a gerou e dispõe sobre o motivo pelo qual tal documento foi guardado, é a lógica orgânica dos documentos. O estudo da diplomática e tipologia dos documentos é fundamental para o entendimento das relações entre o documento e atribuições, funções e atividades da organização geradora do documento. Como explica Belloto 1989, o objeto da Diplomática é a configuração interna do documento, o estudo jurídico de suas partes e dos seus caracteres para atingir sua autenticidade, enquanto o objeto da Tipologia, além disso, é estudá-lo enquanto componente de conjuntos orgânicos, isto é, como integrante da mesma série documental, advinda da junção de documentos correspondentes à mesma atividade.

    ResponderExcluir
  37. 1
    a) - Renan Viana de Araujo 12/04/2012 23:16:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/la-vamos-nos.html?showComment=1334283398601


    - Renan Viana de Araujo 05/04/2012 18:02:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/04/extraextraextra.html?showComment=1333659779637


    - Renan Viana de Araujo13/04/2012 12:54:00
    http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html?showComment=1334332457806


    b)

    - O primeiro comment citado faz referência a atividade sobre documentos imagéticos, considero relevante pois essa atividade juntamente com o texto do professor Andre Ancona me fez entender melhor as peculiaridades de documentos imagéticos. Achei interessante essa atividade também por retratar um momento histórico muito importante e que causou muita discussão entre a turma pois cada um deu sua opinião de como as imagens foram alteradas, além também de levantar discussão quanto à autenticidade das fotos.


    - O segundo comment citado faz referência a atividade relacionada a um documento do acervo pessoal da monitora Cíntia. Achei relevante pois houve a oportunidade de ser discutido as finalidades da produção documental e as funções administrativas e arquivísticas das fotos do acervo. Pode-se perceber que apesar de as fotos serem aparentemente as mesmas, apresentam funções diferentes de acordo com o contexto que estão inseridas e com qual finalidade.


    - A terceira citação faz referência a atividade envolvendo uma imagem que ao certa ninguém conseguia afirmar o que era. Foi uma atividade bastante relevante pois pode-se observar que nem tudo o que parece realmente é. Até porque na aula anterior a esta postagem o professor Andre Ancona mostrou uma imagem que parecia um livro ou algo do tipo, mas quando mostrou a imagem inteira era na verdade um bolo. A reflexão dessa atividade foi extremamente importante para entender que o documento deve ser analisado em seu contexto e necessidade e que diplomática e tipologia documental não é bem mais complexo do que parece.

    c) Acredito que as opiniões de todas as pessoas são validas. Se as opiniões forem pertinentes ao tema e tiverem algum embasamento podem ser aproveitadas e podem contribuir para a compreensão de determinada questão e isso faz com que várias ideias sejam compartilhadas. A resposta do ´´item b)´´ completa a resposta desse item.

    d) As minhas reflexões podem ser importantes pois são fundamentadas em textos de autores conhecedores do tema e também porque a minha opinião pode ser a mesma e mesmo não sendo pode servir para a interpretação de novas ideias e compreensões a respeito de determinado assunto.



    2 ) Analise do chaveiro da espada frostmourne
    http://museudegradesnovidades.blogspot.com.br/2012/05/frostmourne.html

    e a atividade de investigação de documentos
    http://museudegradesnovidades.blogspot.com.br/2012/05/investigacao-documental-resultados.html

    3) o estudo da tipologia documental é extremamente importante pois exalta a configuração que assume a espécie documental de acordo com a atividade que a gerou e dispõe sobre o motivo pelo qual tal documento foi guardado, é a lógica orgânica dos documentos. O estudo da diplomática e tipologia dos documentos é fundamental para o entendimento das relações entre o documento e atribuições, funções e atividades da organização geradora do documento. Como explica Belloto 1989, o objeto da Diplomática é a configuração interna do documento, o estudo jurídico de suas partes e dos seus caracteres para atingir sua autenticidade, enquanto o objeto da Tipologia, além disso, é estudá-lo enquanto componente de conjuntos orgânicos, isto é, como integrante da mesma série documental, advinda da junção de documentos correspondentes à mesma atividade.

    ResponderExcluir
  38. A) Atividades individuais:
    1. http://daidosporestagio.blogspot.com.br/2012/04/atividade-2704-daidos-por-desafios.html?showComment=1336110438383#c5098963047122872905

    2. http://classificaem020.blogspot.com.br/2012/05/ola-queridos-colegas-com-base-nofilme.html?showComment=1336933209391#c1445102704648069322
    3.

    4. http://diplomaticaetipologia.blogspot.com.br/2012/03/sera-que-e.html?showComment=1333238125493#c6943056217708005345


    Ativividade em grupo:

    http://museudegradesnovidades.blogspot.com.br/2012/05/carmencayetano-definicao-marcadores-de.html

    B)
    1 – Considero relevante a postagem no desafio do daidos por estágio por ser uma espécie de aplicação real dos conhecimentos adquiridos em sala de aula, e por termos a oportunidade de analisar um documento dentro de um certo contexto
    2 – A atividade foi capaz de demonstrar como a análise de documentos é importante para as instituições, uma vez que a situação poderia ter sido evitada caso a documentação tivesse sido analisada apropriadamente. Para mim, serviu como um modo de entender a importância da análise do documento.
    3 – A atividade nos mostrou as peculiaridades do documento imagético, que analisado fora de seu contexto perde grande parte do seu significado, e a atividade me ajudou a entender o que foi exposto em texto.

    C e D)
    As minhas reflexões, ao longo do blog, pra mim refletem a evolução do meu entendimento sobre a matéria, e acredito que essa evolução gradual no conhecimento seja o que me ajudaria no entendimento dos princípios teóricos. O mesmo se daria para outras pessoas que pudessem acompanhar meu aprendizado gradual.

    2
    Considero que a atividade em sala de analise das séries foi importante porque me ajudou a entender como a análise do documento como série pode ser feita, e que uma vez analisado o documento podemos expandir nosso conhecimento sobre todo o arquivo da instituição. Acredito que para mim essa foi uma das aulas mais esclarecedoras em relação à diplomática e por isso escolhi. A atividade seria um bom exemplo das diferenças visto que não é a análise de um documento individualizado e sim de uma série.

    3 – Através da tipologia, seríamos capazes de conhecer e entender melhor o acervo trabalhado e organizar, classificar e até mesmo gerar uma tabela de temporalidade de forma mais pertinente ao arquivo estudado.

    ResponderExcluir

clique para comentar